Dana White sobre musa do UFC: “Ronda lutaria com um homem se fosse preciso”

A bela Ronda Rousey chegou no UFC com o primeiro cinturão feminino da organização, mesmo antes de estrear no octógono. Porém, para o presente do evento, Dana White, a loira. que fará seu debute no UFC 157 contra Liz Carmouche, aceitaria até enfrentar um homem em sua primeira luta no Ultimate.

LEIAAssista a pesagem do UFC on FOX 5. Ao Vivo!

“As pessoas acham que eu me encantei por Ronda Rousey por ela ser bonita. Miesha Tate e Gina Carano também são bonitas, mas nenhuma das duas, nem nenhuma outra, tem o que Ronda Rousey tem. Ela é um “irmão Diaz” por dentro. Ela gosta de finalizar suas lutas, de castigar suas adversárias. Ela lutaria com um homem se fosse preciso. Ronda me lembra Chuck Liddell, só que é muito mais bonita (risos). O MMA feminino só está no UFC por causa dela. Ela é a campeã e merece estar aqui”, disparou White.

O dirigente também garantiu que não pensou no que pode acontecer com as lutadoras do UFC a longo prazo.

“Temos que ver o que vai acontecer. Pode ser que dure anos, pode ser que dure um ano apenas. O fato é que teremos apenas uma divisão de peso, que é a dos galos, por causa de Ronda Rousey. Sem ela, não haveria MMA feminino no UFC. Eu não mudei um milímetro o meu pensamento sobre o MMA feminino até ela aparecer e acabar com todas que colocaram em seu caminho”. encerrou o dirigente.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário