UFC on FOX 5: Shogun não se encontra, perde luta e chance por cinturão

Na luta principal da noite, Bendo venceu Nate Diaz e defendeu título dos leves

B. Henderson defende cinturão dos leves ao bater N. Diaz.

O sueco Alexander Gustafsson e o norte-americano Ben Henderson foram os grandes vencedores do UFC on FOX 5, evento realizado na noite deste sábado (08), em Seattle, nos Estados Unidos. Gustafsson usou sua maior envergadura para derrotar o brasileiro Mauricio Shogun e se colocar como próximo desafiante ao cinturão dos meio-pesados, enquanto Henderson mostrou porque é o campeão dos leves e dominou Nate Diaz durante os cinco rounds do combate principal da noite para defender seu reinado na categoria.

UFC on FOX 5 Raphael Assunção vence americano no card preliminar

Bendo domina Diaz e defende cinturão pela segunda vez
O duelo entre Ben Henderson é Nate Diaz era cotado para ser uma das melhores lutas de 2012. Mas o que se viu no octógono foi um amplo dominio do campeão do início ao fim do combate.

Com melhor qualidade técnica e mostrando versatilidade na trocação e no solo, Ben soltou o jogo desde o início, atacando Nate com potentes chutes baixos, derrubando o adversário e trabalhando com contundência por cima.

Apesar de pouco efetivo, Nate chegou a levar perigo ao campeão apenas no terceiro round, quando tentou encaixar uma chave de calcanhar que foi bem defendida por Henderson. Depois disso, o dono do cinturão continuou no ataque, pressionando Diaz até o final dos 25  minutos regulamentares para garantir sua segunda defesa de cinturão do Ultimate.

“Foi uma questão de estar bem preparado e estar com uma boa energia. Todos que estão aqui são bons lutadores, mas a diferença está nos detalhes. A luta de hoje foi disputada com o coração”, disse Henderson após o duelo.

Shogun mostra garra, mas perde para Gustafsson
Não deu para o brasileiro Mauricio Shogun. O brasileiro, que estava a uma vitória de voltar a disputar o cinturão dos meio-pesados, não conseguiu repetir suas melhores atuações e, após um duelo bem disputado, foi derrotado pelo sueco Alexander Gustafsson na decisão unânime dos juízes.

Gustafsson iniciou o duelo usando sua maior envergadura para acertar golpes e levar o brasileiro ao solo. Porém, assim que foi derrubado pela primeira vez, Shogun mostrou velocidade para encaixar uma chave de joelho no adversário, que teve dificuldades para se defender e forçar o duelo a recomeçar na trocação.

No segundo round, Shogun soltou mais o jogo e entrava no raio de ação, acertando golpes com maior contundência em Gustafsson. Mas na metade final do assalto, o sueco mudou a estratégia e preferiu derrubar o brasieliro e manter a luta no solo, de onde somou pontos.

A história se repetiu no round seguinte. Shogun soltava o jogo com maior contundência nos golpes, enquanto Gustafsson usava sua maior envergadura para responder no contragolpe e, logo em seguida, derrubar o brasileiro.

Nos instantes finais, com melhor preparo físico, Alexander ainda conseguiu conectar algumas joelhadas no brasileiro e até um pisão frontal, que causou desequibrio no atleta tupiniquim. Mesmo em desvantagem e com o rosto avariado, Shogun ainda andava para cima do adversário, mas sem conseguir o nocaute, ele acabou derrotado na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×26)

BJ perde em retorno ao MMA
O retorno de BJ Penn ao octógono não foi da forma que o havaiano esperava. Depois de anunciar sua aposentadoria do MMA, o ex-campeão das categorias de leves e meio-médios não conseguiu se encontrar no duelo diante de Rory MacDonald e foi amplamente dominado durante os três rounds do combate.

Com enorme vantagem na envergadura, MacDonald conseguiu usar isso a seu favor para conectar golpes retos no rival e não ser acertado com os perigosos golpes de BJ. Perdido no duelo, Penn, em diversos momentos foi um alvo fixo para o canadense que aplicou chutes baixo, golpes no plexo e potentes socos no rosto do oponente.

Ao final de 15 minutos de luta, vitória de Rory MacDonald na decisão unânime dos juízes (30×26, 30×26, 30×27)

Matt Brown nocauteia Mike Swick
Na primeira luta do card principal, o norte-americano Matt Brown comprovou a grande fase em sua carreira. No combate contra Mike Swick, o norte-americano começou a luta com tudo, buscando terminar o duelo com vários ataques de finalização. Primeiro com um triângulo de mão, depois com um triângulo e, em seguida, com um arm-lock. Todas as investidas bem defendidas por Swick.

Mas se no primeiro round, o duelo se desenvolveu no solo, na segunda parcial a disputa foi para a troca franca de golpes. Brown tomou mais a iniciativa, mas acabou sendo empurrado de costas para a grade pelo adversário. Swick aplicou algumas joelhadas no clinch, mas sem contundência.

Mesmo após sofrer a pressão no adversário, Brown pareceu não se intimidar e partiu para encerrar a disputa. Com um cruzado de esquerda seguido de um de direita no queixo de Mike Swick, ele nocauteou em cheio seu adversário.

Confira abaixo os resultados completos do UFC on FOX 5:

Card Principal
Ben Henderson derrotou Nate Diaz na decisão unânime dos juízes;
Alexander Gustafsson derrotou Mauricio Shogun na decisão unânime dos juízes;
Rory MacDonald derrotou B.J. Penn na decisão unânime dos juízes;
Matt Brown derrotou Mike Swick por nocaute aos 2:31 do R2;

Card Preliminar
Yves Edwards derrotou Jeremy Stephens por nocaute técnico aos 1:55 no R2;
Raphael Assunção derrotou Mike Easton na decisão unânime dos juízes;
Ramsey Nijem derrotou Joe Proctor na decisão unânime dos juízes;
Daron Cruickshank derrotou Henry Martinez por nocaute aos 2:57 do R2;
Abel Trujillo derrotou Marcus LeVesseur por nocaute técnico aos 3:56 do R2;
Dennis Siver derrotou Nam Phan na decisão unânime dos juízes;
Scott Jorgensen finalizou John Albert com um mata-leão aos 4:59 do R1.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário