Dominick Cruz vence Benavidez e defende cinturão do WEC

Após 25 minutos de um combate bastante disputado, Dominick Cruz venceu Joseph Benavidez na decisão dividida dos juízes e defendeu com sucesso o cinturão dos galos do World Extreme Cagefighting. O duelo foi a atração principal do WEC-50, evento que aconteceu na noite desta quarta-feira (18), em Las Vegas, nos Estados Unidos. Único brasileiro no card, Frédson Paixão derrotou Bryan Caraway na decisão dos juízes e emplacou seu segundo triunfo consecutivo na organização.

 

Dominick Cruz bate Benavidez

No duelo principal da noite, válido pelo cinturão dos pesos galos, o atual campeão Dominick Cruz e o desafiante Joseph Benavidez travaram uma verdadeira batalha durante 25 minutos. Nos três primeiros assaltos, a peleja se manteve na trocação, com Cruz usando sua envergadura para golpear, enquanto, Benavidez tentava explorar sua velocidade para acertar o oponente. Já no quarto assalto, Dominick controlou bem o duelo no chão, mas foi golpeado com uma joelhada que abriu um corte profundo no nariz. No quinto e decisivo assalto, o combate voltou a ficar bastante disputado na trocação, com Cruz levando a disputa para o chão nos segundos finais para tentar garantir preciosos pontos nas papeladas dos juízes. Ao final, Dominick Cruz defendeu o cinturão seu cinturão na decisão dividida dos juízes. (47-48, 48-47, 49-46)

 

Frédson vence no card preliminar

Único brasileiro no evento, Frédson Paixão saiu do octógono com mais uma vitória. Diante de Bryan Caraway, o faixa-preta tupiniquim usou bem as combinações de chutes e seu perigoso jiu-jítsu para conquistar o triunfo na decisão dividida dos juízes.

 

Pettis finaliza Roller e pede chance pelo cinturão

De olho na chance de disputar o cinturão dos leves, Anthony Pettis fez o dever de casa contra o duro Shane Roller. Num combate bastante movimentado, Pettis já havia vencido os dois primeiros assaltos e no terceiro round foi para terminar o duelo. Com um justo triangulo, Anthony conseguiu a finalização nos segundos finais e disparou: “Eu estou pronto para o campeão, onde é que ele está?”, perguntou o atleta, procurando por Ben Henderson, atual campeão da categoria.

 

Chad Mendes vence Cub Swanson na decisão

No combate menos movimentado da noite, Chad Mendes usou seu wrestling para derrotar Cub Swanson. Com menor envergadura, Mendes aproveitou os chutes disparados de qualquer maneira por seu oponente para colocar a luta pra baixo e trabalhar com socos da guarda. No final de três assaltos, vitoria de Chad Mendes na decisão unânime dos juízes

 

Em luta movimentada, Jorgensen vence Pickett

O inglês Brad Pickett e o americano Scott Jorgensen fizeram um combate eletrizante para o público presente no Resort Cassino. Logo no inicio do duelo, Pickett conseguiu um knockdown e disparou uma sequência de socos, mas Jorgensen mostrou boa recuperação e equilibrou a luta no primeiro round. No segundo assalto, após tentar uma queda, o inglês caiu por baixo e foi castigado com socos na guarda. No último round, o americano voltou a levar desvantagem na trocação e buscou levar o combate para o solo, administrando a luta e faturando na decisão dos juízes.

 

Polonês nocauteia na abertura do card principal

Na primeira luta do card principal, o polônes Bart Palaszewski comprovou seu poder de nocaute. Depois de um primeiro assalto equilibrado contra Zach Micklewright, Palaszewski partiu com tudo pra cima no inicio do segundo round e com uma ótima sequencia de socos aplicados por Bart, Micklewright foi ao chão, sendo decretado o nocaute.

 

Card Principal
Dominick Cruz derrotou Joseph Benavidez na decisão dividida dos juízes;
Anthony Pettis finalizou Shane Roller com um triângulo no R3;
Chad Mendes derrotou Cub Swanson na decisão unânime dos juízes;
Scott Jorgensen derrotou Brad Pickett na decisão unânime dos juízes;
Bart Palaszewski derrotou
Zach Micklewright  por nocaute no R2;
 
Card Preliminar
Javier Vazquez finalizou
Mackens Semerzier com um mata-leão no R2;
Maciej Jewtuszko derrotou Anthony Njokuani por nocaute técnico no R1;
Ricardo Lamas derrotou
Dave Jansen na decisão unânime dos juízes;
Frédson Paixão derrotou Bryan Caraway na decisâo dividida dos juízes; 
Danny Castillo derrotou Dustin Poirier na decisão unânime dos juízes;

Deixe seu comentário