BJ e Fitch ficam no empate no UFC-127

BJ Penn (esq.) enfrenta Jon Fitch (dir.) no UFC-127

Com polêmica, rivalidade e lutas disputadas, o UFC 127 agitou o público presente na Acer Arena, em Sydney, na Austrália. O evento, que aconteceu na madrugada deste domingo (27), trouxe como atração principal o combate entre o norte-americano Jon Fitch e o havaiano BJ Penn. Ao final de três assaltos bastante disputados, o empate entre os atletas frustrou os mais de 22 mil expectadores que torciam por BJ.

Penn iniciou o duelo tentando surpreender Fitch, e atacou as pernas do adversário para levar o combate para o chão. O havaiano chegou às costas de Jon, atacou com um mata-leão, mas não conseguiu finalizar a luta. No segundo round, a disputa se manteve equilibrada e com alternâncias de posições na luta de solo. Já no último e decisivo assalto, o norte-americano esbanjou preparo físico e dominou completamente BJ, que apenas se defendeu durante os cinco minutos de disputa. Ao final do tempo regulamentar, um juiz lateral assinalou a vitória de Fitch por 29 a 28, mas os outros dois viram uma igualdade em 28×28, sendo decretado o empate majoritário.

O programa de lutas contou ainda com dois destaques: Em um combate cheio de rivalidade e polêmica, o inglês Michael Bisping nocauteou o norte-americano Jorge Rivera no segundo assalto, enquanto, o alemão Denis Siver frustrou o publico local ao vencer o australiano George Sotiropoulos na decisão unânime dos juízes.

A luta entre Bisping e Rivera foi cercada de muita provocação durante a promoção do evento, mas atleta inglês, que já havia se exaltado na pesagem quando foi pra cima do oponente, perdeu o equilíbrio novamente dentro do octógono. Michael, que não quis se arriscar na luta em pé contra Rivera, derrubou o norte-americano, mas quando ele estava em quatro apoios (com os pés e os joelhos apoiados no chão) para se levantar, acertou uma forte joelhada no rosto, ação que é proibida no MMA. Com o golpe ilegal, Rivera teve cinco minutos para se recuperar e voltar para o combate, enquanto Bisping foi punido com a perda de um ponto. Já no segundo assalto, mais tranquilo, o atleta inglês conseguiu impor seu jogo e puniu Rivera com um arsenal de socos na luta em pé, que forçaram o árbitro a interromper o combate e decretar nocaute técnico.

Já no aguardado duelo entre os pesos leves Denis Siver e George Sotiropoulos, melhor para o atleta germânico, que com uma ótima defesa de quedas e golpes contundentes na trocação, dominou o lutador local. Com um primeiro round espetacular, onde conseguiu dois knockdowns, Denis abusou dos potentes golpes de boxe que fizeram o atleta australiano não se encontrar no combate. Já nos assaltos seguintes, Sotiropoulos se recuperou, tentou contra-atacar as ofensivas de Siver, mas já era tarde. Ao final do combate os três juízes laterais deram a vitória para o lutador germânico.

Outro destaque da noite foi o emocionante combate entre Chris Lytle e Brian Ebersole, que levantaram o público na Acer Arena. Lytle começou melhor na luta, acertando bons golpes e quase finalizando o duelo em duas oportunidades na guilhotina. Mas Ebersole, que mostrou bastante irreverência durante a luta, se recuperou no segundo round e conectou uma bela joelhada, que levou Chris a knockdown. No terceiro e decisivo assalto, Brian conseguiu controlar a luta na curta distância e somar pontos na luta de solo, enquanto, Chris tentava, sem sucesso, encaixar uma guilhotina. Ao final de 15 minutos bastante disputados, os juízes laterais assinalaram vitória para Bris Ebersole (30×27, 29×28, 29×28)

Confira abaixo os demais resultados do evento:

Card Principal:
Jon Fitch e B.J. Penn terminaram empatados;
Michael Bisping derrotou Jorge Rivera por nocaute técnico no R2;
Dennis Siver derrotou George Sotiropoulos na decisão unânime dos juízes;
Brian Ebersole derrotou Chris Lytle na decisão unânime dos juízes;
Kyle Noke finalizou Chris Camozzi com um mata-leão no R1;

 

Card Preliminar:
Ross Pearson derrotou Spencer Fisher na decisão unânime dos juízes;
Alexander Gustafsson finalizou James Te Huna com um mata-leão no R1;
Nick Ring derrotou Riki Fukuda na decisão unânime dos juízes;
Anthony Perosh finalizou Tom Blackledge com um mata-leão no R1;
Tiequan Zhang finalizou Jason Reinhardt com uma guilhotina no R1;
Mark Hunt derrotou Chris Tuchscherer por nocaute no R2;
Curt Warburton derrotou Maciej Jewtuszko na decisão unânime dos juízes;

Deixe seu comentário