Toquinho finaliza americano no UFC on Versus 3

Vindo de derrota para o norte-americano Nate Marquardt, o brasileiro Rousimar Toquinho retomou o caminho das vitórias no UFC on Versus 3, evento realizado na noite desta quinta-feira, em Louisville, nos Estados Unidos. Atuando no card preliminar, o faixa-preta finalizou o norte-americano Dave Branch com uma chave de joelho, no segundo assalto, e garantiu sua quinta vitória em sete apresentações no UFC. O outro brasileiro no programa de lutas não teve a mesma sorte: Thiago Tavares vinha bem na luta contra Shane Roller, mas um forte direto de direita aplicado pelo oponente acabou nocauteando o lutador catarinense. Na luta principal da noite, os meio-médios Diego Sanchez e Martin Kampmann fizeram um combate eletrizante e cheio de alternâncias, com o Sanchez saindo com a vitória na decisão unânime dos juízes.
 

Diego Sanchez vence Kampmann

Logo no assalto inicial, Kampmann impôs seu jogo e foi superior, onde aproveitou sua envergadura e conectou os melhores golpes, chegando a derrubar o atleta norte-americano. Já no segundo round, Sanchez se recuperou e, mostrando muita garra, partiu para o ataque, tentando derrubar e acertando bons socos. No último e decisivo assalto, os dois lutadores deram um show dentro do octógono. Diego partia para o ataque, enquanto Kampmann aguardava o oponente plantado e contra-atacava com bons golpes de boxe. Ao final do duelo, os dois lutadores foram aplaudidos de pé pelo público presente no KFC Yum Center. Na soma das papeletas, os três juízes decretaram a vitória de Diego Sanchez. Com o triunfo, o vencedor da primeira temporada do The Ultimate Fighter, o reality show do UFC, soma 23 vitórias e apenas quatro derrotas na carreira.

Mark Munoz nocauteia CB Dollaway

No inicio da luta, Dollaway começou conectando os melhores golpes e derrubou Mark Munoz, mas o atleta filipino conseguiu se recuperar e levantar. Na trocação, Munoz conectou um direto de encontro e levou CB a knockdown. No chão, Mark acertou mais dois potentes socos e forçou ao árbitro Mario Yamazaki a interromper o combate, sendo decretado o nocaute técnico

Chris Weidman supreende Sakarae vence na decisão

O norte-americano Chris Weidman esbanjou preparo físico para derrotar o favorito Alessio Sakara na decisão unânime dos juízes. Logo no inicio da luta, Weidman surpreendeu o italiano ao se arriscar na trocação e conectar vários golpes. No segundo e terceiro assaltos, quando Sakara começava a se soltar na luta, Chris colocou em prática seu jogo de quedas e dominou o oponente durante os dois rounds finais para vencer na decisão unânime dos juízes. Com o resultado, Chris Weidman continua invicto no MMA e soma cinco vitórias na carreira.

Brian Bowles “apaga” Damacio Page
Na primeira luta do card principal, Damacio Page começou melhor a luta, acertando os golpes mais contundentes na média distância. Mas Bowles, que é ex-campeão do WEC, conseguiu encurtar a distância, conectar mais golpes e levar o oponente para o chão. Por cima, Brian trabalhou com socos e encaixou uma justa guilhotina. Damacio Page não desistiu e acabou apagando

 

Thiago Tavares é nocauteado

No inicio da luta, Thiago Tavares teve dificuldades com a envergadura de Shane Roller, mas o atleta brasileiro conseguiu encontrar a distância e ter o melhor momento no primeiro round, quando conectou uma ótima combinação com socos e chutes na minha de cintura, que fizeram o norte-americano quase ir a knockdown. No segundo assalto, porém, Shane Roller conseguiu a recuperação. Depois de ser derrubado, o norte-americano acertou um potente direto de direita levou o brasileiro a nocaute.

 

 

Toquinho finaliza norte-americano

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Rousimar Toquinho iniciou a luta contra Dave Branch levando a disputa para o solo, mas o norte-americano defendeu bem todas as investidas de finalização do faixa-preta. No segundo round, porém, Toquinho partiu desde o inicio para definir o combate. O atleta da Brazilian Top Team aplicou uma linda queda no norte-americano e atacou com sua especialidade: a chave de joelho. Brach não teve alternativa, senão desistir do combate. Com o triunfo, Toquinho retorna a corrida pela disputa do cinturão da divisão de médios, atualmente em posse do também brasileiro Anderson Silva

 

Card Principal

Diego Sanchez derrotou Martin Kampmann na decisão unânime dos juízes;

Mark Munoz derrotou CB Dollaway por nocaute técnico no R1;

Chris Weidman derrotou Alessio Sakara na decisão unânime dos juízes;

Brian Bowles finalizou Damacio Page com uma guilhotina no R1;

 

Card Preliminar
Danny Castillo derrotou Joe Stevenson na decisão unânime dos juízes;

Cyrille Diabate derrotou Steve Cantwell na decisão unânime dos juízes;

Shane Roller derrotou Thiago Tavares por nocaute no R2;

Takeya Mizugaki derrotou Reuben Duran na decisão dividida dos juízes;

Dongi Yang derrotou Rob Kimmons por nocaute técnico no R2;

Rousimar “Toquinho” Palhares finalizou Dave Branch com uma chave de joelho no R2;

Igor Pokrajac derrotou Todd Brown por nocaute técnico no R1;

Deixe seu comentário