Davis luta melhor e vence Minotouro no UFN-24

Phil Davis castiga Minotouro com socos da guarda

O UFC Fight Night 24 agitou a noite deste sábado (26), na cidade de Seattle, nos Estados Unidos. Com dois brasileiros em ação, o show não foi bom para os lutadores locais. Na luta principal da noite, Rogério Minotouro não se encontrou diante do norte-americano Phil Davis e foi derrotado na decisão unânime dos juízes. Já Mário Miranda, que foi escalado no card preliminar, foi superado pelo norte-americano Aaron Simpson.

Vindo de derrota para Ryan Bader no UFC 119, Rogério Minotouro precisava da vitória diante do invicto Phil Davis para voltar ao topo da categoria de meio-pesados, mas o lutador brasileiro e não se encontrou nos 15 minutos de combate. Com uma estratégia bem traçada, Davis não entrava do raio de ação e aplicava bons chutes no corpo e no rosto de Rogério. Depois de um primeiro assalto equilibrado, o norte-americano conseguiu colocar seu wrestling em ação e derrubou Minotouro. No chão, Phil soltou boas cotoveladas e socos, enquanto o brasileiro apenas se defendia. Com vantagem no duelo, Davis repetiu a receita do assalto anterior e voltou a levar a luta para o chão no terceiro round. Cansando, Minotouro ainda conseguiu se levantar, mas já era tarde. No final, os três juízes laterais deram a vitória para Phil Davis por 30 a 27. Com o triunfo, o lutador norte-americano amplia sua invencibilidade para nove lutas e nove vitórias, enquanto o brasileiro sofre seu segundo revés consecutivo no Ultimate.


Anthony Johnson domina Dan Hardy e vence na decisão

Na segunda luta mais importante da noite, melhor para o norte-americano Anthony Johnson, que não tomou conhecido de Dan Hardy e derrotou o inglês na decisão unânime dos juízes. Logo no inicio da luta, Johnson aplicou um lindo chute alto e derrubou Hardy. No chão, o lutador norte-americano controlou o assalto com bons golpes por cima, enquanto Dan arriscava algumas tentativas de finalização. Nos assaltos seguintes, Anthony repetiu a dose procurou a queda e trabalhou com boas cotoveladas. Nos instantes finais, Johnson quase finalizou a peleja com um katagatame, que foi bem defendido pelo atleta britânico. No final, os três juízes deram a vitória para o norte-americano por 30 a 27.


Amir Sadollah vence DaMarques Jonhson

Vencedor da sétima edição do The Ultimate Fighter, Amir Sadollah encontrou dificuldades, mas cosneguiu derrotar DaMarques Johnson. Depois de um primeiro muito equilibrado, onde Amir foi superior na luta em pé, enquanto, Johnson foi melhor na luta de chão, a luta terminou no segundo round. Com uma ótima sequência de golpes, Sadollah conseguiu levar seu oponente ao chão e punir DaMarques com uma sequência de socos e cotoveladas. Sofrendo com a potência dos golpes e sem condições de prosseguir na luta, Johnson desistiu do duelo com os três tapinhas

Zumbi Coreano” se vinga de Garcia

Na primeira luta do card principal, o norte-americano Leonard Garcia e o sul-coreano Chan Sung Jung fizeram a revanche do duelo acontecido no WEC-48. Na oportunidade, Garcia venceu numa polêmica decisão dos juízes laterais, mas dessa vez o “Zumbi Coreano”, como é conhecido, Sung Jung, não deu chances para o azar. Depois de vencer o primeiro assalto, Chan finalizou de maneira especular no segundo round. Depois de agarrar a perna de Leonard, o sul-coreano entrou na guarda e atacou com boas cotoveladas. O norte-americano deu as costas, tentando se defender, mas foi pego com um ataque no pescoço, forçando a vértebra. Com isso, Leonard foi obrigado a desistir do combate.

Semerzier finaliza “Bruce Leroy”

Na última luta no card preliminar, Mackens Semerzier não deu chances para o participante da última edição do TUF, Alex Cáceres. Depois de um inicio movimentado na trocação, Semerzier encurtou a distância e derrubou “Bruce Leroy”. No chão, Mackens conseguiu chegar às costas e encerrar a peleja com um mata-leão.


McDonald vence Figueroa em combate eletrizante

Os pesos galos Edwin Figueroa e Michael McDonald fizeram um combate eletrizante e foram aplaudidos de pé pelo público presente na Key Arena. Com bons goleps em pé, McDonald foi melhor no assalto inicial, mas foi no segundo round em que seu desempenho foi notável. Depois de derrubar Figueroa, Michael tentou finalizar a luta com uma série de ataques: chave de braço, mata-leão e triângulo, todos bem defendidos por Edwin. No último assalto, os atletas já demonstravam cansaço e McDonald administrou sua vantagem. No final, vitória de Michael McDonald na decisão unânime dos juízes.

Mário Miranda perde no card preliminar

Primeiro brasileiro a subir no octógono, Mário Miranda tinha o apoio do público de Seattle, mas a torcida não foi suficiente para ele deixar o octógono com a vitória. Diante de Aaron Simpson, o brasileiro foi totalmente dominado pelo norte-americano. Com bons golpes conectados na luta em pé, Simpson ainda derrubou Mário e acertou bons socos no solo. Ao final dos três assaltos, os juízes laterais deram a vitória para Aaron Simpson na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 30×26)

 Confira abaixo os resultados completos do evento:

Card Principal

Phil Davis derrotou Rogério “Minotouro” Nogueira na decisão unânime dos juízes;

Anthony Johnson derrotou Dan Hardy na decisão unânime dos juízes;

Amir Sadollah derrotou DaMarques Johnson por desistência no R2;

Chan Sung Jung finalizou Leonard Garcia com uma chave no pescoço no R2;

 

Card Preliminar

Mackens Semerzier finalizou Alex Caceres com um mata-leão no R1;

Mike Russow derrotou Jon Madsen por nocaute técnico no R2;

John Hathaway derrotou Kris McCray na decisão dividida dos juízes;

Michael McDonald derrotou Edwin Figueroa na decisão unânime dos juízes;

Christian Morecraft finalizou Sean McCorkle com uma guilhotina no R3;

Aaron Simpson derrotou Mário Miranda na decisão unânime dos juízes;

Johny Hendricks derrotou T.J. Waldburger por nocaute técnico no R3;

Nik Lentz finalizou Waylon Lowe com uma guilhotina no R3;

Deixe seu comentário