Woodley se oferece para substituir GSP contra Bisping; inglês provoca

Campeão dos meio-médios pediu luta contra dono do cinturão dos médios, mas levou fora por última performance

Woodley (foto) quer lutar pelo título dos médios Foto: Divulgação

Woodley (foto) quer lutar pelo título dos médios Foto: Divulgação

O campeão meio-médio do UFC, Tyron Woodley, já não esconde a vontade de lutar contra Michael Bisping, dono do cinturão da categoria de cima. O norte-americano utilizou suas redes sociais para provocar Georges St. Pierre e pedir um duelo contra Bisping no lugar do canadense, cujo combate com o inglês já foi até marcado pelo Ultimate, mas ainda não tem data para acontecer.

Veja Também

Treinador almeja duelo entre GSP e McGregor. Foto: Reprodução/Instagram
Treinador quer que GSP encerre a carreira em duelo contra McGregor
Garbrandt quer se tornar primeiro 'tricampeão' do Ultimate (Foto: UFC)
Garbrandt sonha com ‘tricampeonato’ sobre José Aldo e Johnson
muay-thai-2
Lutador morre ao tentar cortar peso para competição

“Bisping, Georges St. Pierre não quer lutar de verdade. Ele está brincando com todos nós. Eu generosamente colocaria meu pé no seu traseiro. Oito de julho. Anote essa data”, desafiou Woodley, por meio do seu Twitter oficial.

Ao receber a mensagem de Woodley, no entanto, Bisping debochou do amigo (os dois trabalham juntos como analistas do canal norte-americano FOX Sports), e o provocou pela sua atuação abaixo da média na defesa de cinturão contra Stephen Thompson, que teve pouca ação e foi criticada por fãs, imprensa e demais lutadores.

“Tyron, não tenho nenhum interesse em fazer um treino de sombra com você por 25 minutos. Eu preciso de alguém que realmente lute”, provocou Bisping.

O inglês havia reclamado da postura de GSP, que não queria lutar com ele no UFC 213, que deve ocorrer no dia 8 de julho. Bisping, inclusive, ameaçou dar a chance de título a Yoel Romero que, em teoria, seria o próximo desafiante ao cinturão dos médios.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário