Whittaker diz estar preparado para ‘quebrar a mão’ batendo em Jacaré

Australiano elogiou Jacaré, seu adversário deste sábado (15), mas se mostrou confiante para conquistar 'maior vitória da carreira'

Whittaker está confiante para duelo contra Jacaré (Foto: Jeff Bottari/UFC)

Whittaker está confiante para duelo contra Jacaré (Foto: Jeff Bottari/UFC)

Embalado com seis vitórias consecutivas no peso médio, Robert Whittaker terá o maior desafio de sua carreira no próximo sábado, dia 15, no UFC Kansas, nos Estados Unidos, quando enfrentará o brasileiro Ronaldo Jacaré. Apesar da importância do duelo, o australiano de apenas 26 anos mostra tranquilidade e confiança, e afirma que está preparado até para ‘quebrar a mão’ para sair com a vitória do octógono.

Veja Também

Anderson (esq) x Rockhold (dir) pode rolar no Rio de Janeiro (Fotos: UFC/Montagem: Super Lutas)
Dana diz que trabalha para fazer Anderson x Rockhold no UFC 212
Jacaré (foto) enfrenta R Whittaker no UFC Kansas Foto: Josh Hedges/UFC
Jacaré evita fazer planos, mas vê Weidman como futuro desafio

“É apenas a natureza da besta. Você faz um esporte onde joga as mãos nos crânios das pessoas – você está pedindo dano. Eu tive essa mão machucada a minha vida inteira. Eu não tenho medo de jogá-lo. Eu não tenho medo de quebrá-la. O lugar para fazê-lo está lá, no octógono”, declarou o lutador, em entrevista ao site ‘BloodyElbow.com’ (EUA).

Conhecido por seu estilo discreto, Whittaker manteve a postura respeita ao comentar sobre seu próximo oponente, a quem definiu como ‘lenda do jiu-jítsu’. No entanto, ele garante que leva vantagem na luta em pé, e isso será determinante para sair com o resultado positivo ao final do combate.

“Não é nenhum segredo que ele é considerado uma lenda no jiu-jítsu, e misturado ao seu ótimo arsenal de MMA, significa que ele é um lutador muito perigoso e merece estar entre os cinco primeiros. (…) Ele também tem mãos poderosas e pesadas. A trocação é seu forte? Não. Eu acredito que meu jogo em pé é muito melhor e vou tentar aproveitar esse fator ao máximo na noite da luta. Eu não vou lá com a mentalidade de que será um jogo de jiu-jitsu. Eu vou lá e vou lutar com ele. É apenas uma luta no final do dia”, falou Robert.

Ao ser questionado se aceitaria lutar no chão contra Jacaré, Whittaker, de forma descontraída, garantiu que seu jiu-jítsu está afiado, mas admitiu que não é uma boa ideia ir par ao chão contra o brasileiro.

“Eu gosto de jiu-jitsu e eu treino muito na academia. A luta contra o Jacaré é a ideal para testá-lo? Provavelmente não (risos). Então não é segredo que eu quero manter essa luta em pé e ele vai querer levá-la para o chão”, disse o australiano, que completou afirmando que está pronto para ser testado contra os melhores do mundo até 84kg.

“Eu preciso dessas lutas. Eu preciso dessas lutas de alto nível para testar minha coragem, para ver onde posso crescer e aprender, e para desenvolver mais aspectos do meu próprio jogo. Preciso desse julgamento. Preciso desse teste”, concluiu.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário