Edson Barboza revela reunião com o UFC para pedir luta pelo título

Brasileiro foi a Las Vegas se reunir com chefões do Ultimate e avisar que está pronto para lutar pelo cinturão dos leves

E. Barboza quer Khabib ou Ferguson (FOTO: Laerte Viana/Super Lutas)

E. Barboza quer Khabib ou Ferguson (FOTO: Laerte Viana/Super Lutas)

Edson Barboza decidiu se antecipar aos demais pesos leves e ir pessoalmente ao encontro dos chefões do UFC e pedir uma luta pelo título, seja ele interino ou linear. O brasileiro revelou que pediu uma reunião com Dana White (presidente) e Sean Shelby (matchmaker) para avisar que está pronto para lutar pelo cinturão e garantiu que enfrenta Khabib Nurmagomedov ou faz uma revanche com Tony Ferguson para atingir seu objetivo.

Veja Também

Bisping (esq) e Romero (dir) vão se enfrentar pelo cinturão (Foto: Reprodução/Instagram)
Dana desiste de esperar por GSP e anuncia Bisping x Romero pelo cinturão
Miocic (esq) e Cigano (dir): respeito entre os dois (Foto: Reprodução Instagram Júnior Cigano)
Cigano e Miocic fazem encarada amigável antes de duelo pelo cinturão
Cormier defendeu campeã Amanda (Foto: Reprodução/Youtube UFC)
Cormier dispara contra Jones: ‘Evite as drogas e assine o contrato’
Masvidal também elogiou D. Maia (Foto: Reprodução/Youtube)
Masvidal cutuca Demian Maia: ‘É o lutador mais unidimensional do UFC’

“Eu fui a Las Vegas com meu empresário para me reunir com o UFC e ver aonde estamos e o que eu preciso fazer para ter minha chance de lutar pelo título. Fomos lá conversar com eles e ver quais são os meus próximos passos na organização. Falei com Dana White e Sean Shelby e eles também não sabem o que vai acontecer. Há a possibilidade  de eu lutar direto pelo cinturão, ou fazer mais uma luta. Eles não sabem ainda o que vão fazer também  com Tony Ferguson e Khabib Nurmagomedov. Eu estou pronto para lutar com qualquer um deles”, comentou Barboza ao site norte-americano “MMA Fighting”.

Apesar de estar se recuperando de uma lesão no ombro esquerdo, Barboza garantiu que, se o UFC lhe oferecer uma luta pelo título, entra em ação até “amanhã”. Contra Khabib ou Ferguson, o cinturão não precisa nem estar em jogo, tamanha a vontade do brasileiro de enfrentar um dos dois atletas.

“Eu estou aqui para isso, para lutar pelo título. Mas não precisa nem ser por um cinturão se for contra um desses dois. Luto com eles agora, se eles quiserem. Mas se for pelo título interino, melhor ainda”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário