Cormier defende provocações a Jon Jones: ‘Só falo verdades’

Campeão meio-pesado comentou mudança de comportamento para revanche com único homem que o derrotou no MMA

Cormier voltou a atacar o rival Jones (Foto: Reprodução/Youtube)

Cormier voltou a atacar o rival Jones (Foto: Reprodução/Youtube)

Daniel Cormier teve novamente sua luta dos sonhos marcada: ele vai enfrentar, no UFC 214, no fim de julho, seu arquirrival Jon Jones. A revanche é uma oportunidade de o atual campeão meio-pesado vingar a sua única derrota no MMA, sofrida para o inimigo no UFC 182, em janeiro de 2015. Para esta luta, Cormier tem provocado cada vez mais o ex-campeão, ao invés de se manter respeitoso, como faz de costume.

Veja Também

Johnson criticou postura adotada por Ronda (Foto: Facebook/UFC)
Demetrious Johnson detona postura de Ronda: ‘Está na hora de crescer’
Demian subiu para o primeiro lugar nos meio-médios (Foto-Twiiter/UFC)
Após sétima vitória, Demian sobe para primeiro no ranking até 77kg
(Foto: Reprodução/Instagram Taisumov)
Taisumov se machuca e deixa luta contra brasileiro no UFC Estocolmo

Mas DC não encara suas palavras sobre Jon Jones como provocação. O campeão alega que está apenas falando verdades e está cansado de ver os problemas do rival lhe prejudicarem.

“Eu fui respeitoso e deixei para lá várias vezes, mesmo com seus problemas. Por quê devo continuar fazendo isso? Eu sinto que os problemas que ele causa para si também me prejudicam até financeiramente. Eu só falo verdades sobre ele. Não estou inventando nada, é tudo verdade. Então, se a verdade dói, não deixe que ela seja mais sua verdade. As pessoas não têm que gostar da verdade, mas ela é a verdade”, comentou Cormier, em entrevista ao podcast “5ive Rounds”.

Entre as “verdades” que DC fala sobre Jon Jones, o norte-americano disse que não sabia se o rival apareceria no dia do UFC 214, pois estaria usando esteroides, cheirando cocaína e “transando com prostitutas” durante toda a semana da luta.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário