Kowalkiewicz pede desculpas após derrota e elogia Gadelha

Polonesa chegou à sua segunda derrota consecutiva, após começar carreira no MMA com vitórias nas suas primeiras dez lutas

C. Gadelha (dir) elogiou Karolina (Foto: Reprodução Instagram claudiagadelhaufc)

Karolina (esq) elogiou Gadelha (Foto: Instagram claudiagadelhaufc)

Karolina Kowalkiewicz chegou ao Rio de Janeiro para o UFC 212 esperando que uma vitória sobre Cláudia Gadelha, número um do ranking peso palha, a colocasse de novo na rota do cinturão. Ao invés disso, a polonesa foi completamente dominada pela lutadora da casa e acabou finalizada pela primeira vez em sua carreira, ainda no assalto inicial.

Veja Também

C. Gadelha (dir) elogiou Karolina (Foto: Reprodução Instagram claudiagadelhaufc)
Após vitória, Gadelha posa com rival e filosofa: ‘Parabéns a todos os atletas’
V. Shevchenko busca vingança contra A. Nunes (Foto: Reprodução Facebook Valentina Shevchenko)
Shevchenko promete vitória sobre Amanda na revanche no UFC 213
D. Johnson (foto) luta contra Borg (Foto: Reprodução/ Facebook/UFC)
Cormier pede salário milionário para Johnson lutar com Dillashaw

Após o combate, Karolina admitiu ter chorado, pediu desculpas aos seus fãs, mas fez questão de elogiar a postura de sua adversária dentro e fora do octógono. Claudinha já havia postado uma foto com a polonesa e a elogiado.

“Tristeza, arrependimento, raiva, frustração – não tenho palavras para descrever o que estou sentindo no momento… Eu amo fazer o que faço, amo MMA e nada mudará isso. Continuarei treinando e lutando e prometo que chegarei para a minha próxima luta com um sorriso no rosto como sempre. A Cláudia simplesmente foi melhor e aquele definitivamente não foi meu dia. Eu gostaria de parabenizá-la e agradecê-la pela luta. Você é uma lutadora e uma pessoa incrível, foi uma honra te enfrentar no octógono. Hoje pelo luto também pelos meus fãs e gostaria de pedir desculpa a vocês por desapontá-los. Gostaria de pedir desculpa também aos meus treinadores, parceiros da STT, amigos e familiares”, declarou Kowalkiewicz através de postagem em seu Instagram oficial.

A polonesa chegou ao UFC invicta na carreira, e conseguiu uma chance de título após conquistar três vitórias seguidas, sobre Randa Markos, Heather Jo Clark e Rose Namajunas. Ela desafiou a campeã da categoria, sua compatriota Joanna Jedrzejczyk no histórico UFC 205, e acabou derrotada por decisão. Logo depois, enfrentou Claudinha e chegou ao seu segundo revés consecutivo.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário