Lee provoca Khabib após ‘furar fila’ contra Ferguson: ‘Amarelou’

Norte-americano alega que russo está tentando proteger invencibilidade no MMA ao recusar lutas no peso leve

Lee luta pelo título interino Foto: Reprodução / Facebook / UFC

Lee luta pelo título interino Foto: Reprodução / Facebook / UFC

O Ultimate surpreendeu, na semana passada, ao confirmar Kevin Lee como um dos desafiantes ao título interino dos leves. Ele irá enfrentar Tony Ferguson no UFC 216, do dia 7 de outubro em Las Vegas, pelo cinturão provisório da categoria até 70 kg., cujo campeão linear é Conor McGregor. A inclusão de Lee no duelo causou controvérsia, irritando principalmente Khabib Nurmagomedov, que é o número um da categoria nos rankings. Kevin Lee fez questão de provocar o russo ao comentar a “furada de fila”.

Veja Também

Diaz se envolveu em mais uma confusão (Foto: Reprodução/Facebook UFC)
Nate Diaz surpreende ao defender McGregor: ‘Boxeadores são palhaços’
brunson-machida
Pôster do UFC São Paulo dá destaque para o retorno de Lyoto
Ngannou que enfrentar Overeem no UFC 215 (Foto:Reprodução/Twitter FrancisNgannou)
Após saída de Cigano do UFC 215, Francis Ngannou desafia Overeem

Em entrevista ao programa MMA Junkie Radio, o norte-americano declarou que Khabib não queria lutar com Ferguson na data estipulada pelo UFC e, por isso, perdeu a chance de se tornar campeão interino dos leves.

“No fim das contas, ele amarelou. Nurmagomedov simplesmente não queria lutar. Ele não quer lutar, aliás. Não quer Ele quer segurar aquele zero imaginário de seu cartel”, comentou Lee, em relação à invencibilidade de Khabib no MMA.

Nurmagomedov e Ferguson iriam se enfrentar no UFC 209, em março deste ano, mas o russo passou mal dias antes da luta e o duelo foi cancelado. Por isso, o Ultimate também resolveu apostar em Lee, que vem de vitórias importantes sobre nomes como Francisco Massaranduba e Michael Chiesa. O “Motown Phenom” fez questão de elogiar Tony Ferguson, seu próximo adversário.

“Eu acho que ele é o campeão da divisão. É a luta mais dura de todo o peso leve. Conor McGregor é o campeão no papel, mas ele tem uma luta na divisão. Ferguson tem muito mais do que isso e se provou repetidamente (…) Dito isto, pretendo dominá-lo no UFC 216. Há uma razão pela qual ninguém me desafia nessa categoria”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário