Treinador de Dustin Poirier, Dyah Davis credita o sucesso do atleta à sua grande resistência física

Em seu último duelo, o norte-americano demonstrou muito fôlego ao enfrentar Max Holloway por cinco rounds na disputa do título linear dos leves

Treinador de D. Poirier credita preparo físico para sucesso do atleta. Foto: Reprodução / Facebook ufc

O treinador de Dustin Poirier afirmo que grande parte do sucesso recente de seu atleta se deve ao impressionante preparo físico do lutador. Em entrevista recente ao ‘BJPenn.com’, Dyah Davis elogiou a fase do pupilo. O norte-americano está em negociações para enfrentar o campeão linear dos leves (até 70,3kg.) no card de 7 de setembro, em Abu Dhabi.

Saiba mais

Em boa fase, Donald Cerrone busca vitória sobre Al Iaquinta para entrar no top 5 dos leves
PokerStars promove ação que dá ingressos VIPs para o UFC 237, no Rio
Donald Cerrone e Al Iaquinta batem peso e confirmam luta principal do UFC Ottawa, neste sábado

“Seu limite de resistência é louco. Ele pode lutar muitos rounds e ainda ter força em suas mãos. A maioria dos caras tende perder a força quando ficam cansados, uma vez que a resistência diminui, assim como a potência. Mas Dustin fica mais forte à medida que a luta continua”, elogiou Dyah.

Davis ainda comentou sobre sua empolgação por ver seu atleta lutando durante cinco rounds inteiros contra Holloway.

“Nós sabíamos que seria uma boa luta para ele, especialmente contra um lutador acostumado a lutar cinco rounds. Ele (Dustin) já foi escalado para lutar cinco rounds antes, mas os embates nunca chegaram até o final. Sempre soubemos que ele poderia manter sua potência até o final”, finalizou o treinador.

Dustin Poirier estreou no UFC em 2013, e, desde então, realizou 16 lutas pela organização. O atleta foi derrotado apenas três vezes; uma delas, para o ex-camepeão da divisão, Conor McGregor, em 2014. Poirier soma 12 vitórias e uma luta sem resultado.

Seu último compromisso foi contra Max Holloway, pelo título interino dos leves, quando Dustin saiu vencedor em uma luta histórica.

O Ultimate tem trabalhado para agendar o embate pela unificação do título da divisão para 7 de setembro, no evento de Abu Dhabi, no UFC 242, contra o campeão linear Khabib Nurmagomedov. A luta, porém, ainda não foi oficializada.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário