Jon Jones reduz chance de luta contra Daniel Cormier nos pesados: ‘Ele levaria vantagem na força’

Em momento atípico, ‘Bones’ elogia eterno rival e minimiza possibilidade de enfrentar o atleta na categoria de cima

J. Jones (foto) reduz chance de enfrentar D. Cormier nos pesados. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

O atual campeão dos meio-pesados e eterno rival de Daniel Cormier, Jon Jones, reduziu as expectativas de quem imaginava uma chance de ver os dois lutadores novamente dividindo o octógono. Em entrevista recente ao ‘BT Sport’, ‘Bones’ surpreendentemente elogiou o desafeto e explicou por que seria complicado um novo duelo entre ambos. DC afirmou, há pouco tempo, que adoraria realizar uma terceira luta.

Veja Também

Brave anuncia retorno à Colômbia para setembro
Após exames, médicos descartam grave lesão no joelho de Anderson Silva
Max Holloway defende cinturão dos penas contra Frankie Edgar no UFC 240

“Ele diz isso (que adoraria realizar uma trilogia), mas não tem chance de ele retornar aos meio-pesados (até 93kg.). Se sujeitar a perder tanto peso seria devastador para ele. Isso levaria muita coragem e eu duvido que ele faria isso de novo”, comentou Jones.

Atualmente, Daniel é o atual detentor do título dos pesados (até 120,2kg.). A afirmação de Jon faz sentido quando se pensa sobre as razões para Cormier abrir mão de seu título apenas para tentar algo que lhe foi tomado uma vez.

Outro caso a se pensar, no entanto, seria a ida de ‘Bones’ aos pesados, onde seu rival reina desde julho do ano passado, quando derrotou Stipe Miocic em duelo válido pelo cinturão da categoria. Sobre a possibilidade, Jon foi categórico e demonstrou humildade a comentar de suas chances de conquistar a categoria de cima.

“Sou realista. DC é um atleta especial e qualquer um pode ser vencido. Eu acredito que minha maior chance de ser derrotado é para um cara como Daniel Cormier. Estaria dando a ele a vantagem da força, e isso não faz sentido”, comentou Jones.

O campeão dos meio-pesados ainda comentou sobre o que os fãs pensariam de sua declaração, mas disse que estava apenas sendo realista.

“Nos meio-pesados eu consigo lutar de igual para igual. Então, não faz sentido eu enfrentar uma pessoa tecnicamente igual a mim e lhe dar uma vantagem. Eu não farei isso. Sei que meus fãs não gostariam de ouvir falando isso, mas estou sendo apenas realista”, relatou o atleta.

Lutando ou não, Cormier já tem seu próximo compromisso agendado pelo Ultimate. Após negociações frustradas de um duelo contra o astro do WWE, Brock Lesnar, a companhia agiu rápido e tratou de anunciar a revanche de Stipe Miocic contra Daniel pelo cinturão dos pesados. O duelo acontecerá em 17 de agosto UFC 241. Sobre o embate, Jones deu seu palpite e revelou o favoritismo de DC.

“Acho que Miocic vai fazer uma luta melhor do que a primeira, mas acredito que Daniel vença novamente. Ele é um atleta extraordinário. Suas agilidades e velocidades para um homem de seu tamanho não fazem sentido”, comentou Jon. “Acho que a única maneira de vencer Cormier seja o nocaute, que Stipe tem a força para realizar. A questão é: ele conseguirá?’, questionou ‘Bones’.

Caso o Ultimate ache interessante o casamento de um terceiro duelo, os diretores terão de agir rápido. Cormier já afirmou em diversas entrevistas que não deseja continuar lutando após seus 40 anos. O atleta completou a idade em março, porém necessitou prolongar um pouco mais a carreira em função de uma lesão que o impossibilitou de compromissos no início do ano. Com um combate em agosto, o atleta teria até o fim do ano para um novo encontro contra seu último e único algoz.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário