Marlon Moraes após derrota no UFC 238: ‘Quero voltar a treinar logo e retornar ao octógono’

Visivelmente abatido após a derrota para Henry Cejudo, brasileiro reconhece erros e admite dar a volta por cima na carreira

M. Moraes quer voltar logo a lutar, após derrota no UFC 238. Foto: Reprodução/YouTube Ufc

O brasileiro Marlon Moraes viveu uma noite difícil na madrugada deste domingo (8). Mesmo derrotado para Henry Cejudo na luta principal do UFC 238, válida pelo título dos galos (até 61,2kg.), o atleta revelou na coletiva após o evento que pretende retornar logo aos treinamentos. A derrota do friburguense encerrou uma sequência de quatro vitórias seguidas no Ultimate.

Veja Também

VÍDEO: Assista o nocaute brutal de Valentina Shevchenko sobre Jessica Eye
Tony Ferguson após vitória sobre Cerrone: ‘Quero entrar para o Hall da Fama’
Vídeo: Assista o nocaute de Henry Cejudo sobre Marlon Moraes no UFC 238

“Estou nos 30 (anos). Eu tenho que voltar a treinar. Isso é tudo o que eu tenho. Se eu não fizer isso, o que vou fazer?”, questionou o brasileiro.

Com a derrota, Marlon deixou escapar a chance de conquistar seu primeiro cinturão pelo UFC. No entanto, mesmo após a derrota, o lutador acredita que conseguirá retornar à boa fase na carreira.

“Eu vou voltar ao octógono. Vou deixar tudo o que eu tenho lá dentro”, afirmou o friburguense.

Chateado com a derrota, Marlon deu respostas curtas, no entanto, admitiu que se deixou envolver pelos gritos do público durante o embate. O atleta realizou um bom duelo durante todo o primeiro round, agredindo o adversário nas pernas e golpeando bem o rosto do oponente.

“Acho que me perdi lá pela metade do segundo round. Comecei a cometer uns erros que não podia ter cometido. Acho que ouvi a muito a torcida também e a gente começou a trocar soco na curta (distância), e era o que eu não deveria ter feito”, afirmou Moraes.

O atleta, no entanto, deverá aguardar o tempo de suspensão médica aplicado pela comissão de Chicago para retornar aos treinamentos e voltar a disputar lutas pela divisão. Até o fim do combate, Marlon era o número um do ranking. Dana White, presidente do Ultimate, porém, afirmou durante a semana que o próximo desafiante do título da categoria seria o vencedor entre Aljamain Sterling e Pedro Munhoz. Como Sterling derrotou o brasileiro, o norte-americano é o que está mais próximo de encarar Cejudo no futuro.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário