Henry Cejudo revela que lutou lesionado contra Marlon Moraes: ‘Os rumores eram verdade’

Atleta confirma informação que corria nos bastidores de que ele não estava 100% fisicamente para luta pelo cinturão

H. Cejudo (foto) confirma que lutou lesionado contra M. Moraes. Foto: Reprodução/YouTube Ufc

O novo campeão dos galos (até 61,2kg.), Henry Cejudo, confirmou que se lesionou restando poucos dias para o combate contra Marlon Moraes, que ocorreu na madrugada deste domingo (9), no UFC 238, em Chicago (EUA). A informação foi divulgada na coletiva após o evento. Mesmo fora das condições ideais, o atleta conquistou o título da divisão, que estava vago desde março.

Veja Também

Marlon Moraes após derrota no UFC 238: ‘Quero voltar a treinar logo e retornar ao octógono’
VÍDEO: Assista o nocaute brutal de Valentina Shevchenko sobre Jessica Eye
Tony Ferguson após vitória sobre Cerrone: ‘Quero entrar para o Hall da Fama’

“Eu sofri uma lesão no meu tornozelo esquerdo, antes que vocês me perguntem”, afirmou Henry sorrindo. “Os rumores eram verdade”, confirmou Cejudo.

O lutador chegou ao local da coletiva sendo amparados por membros do Ultimate, pois não conseguia se locomover sem ajuda. Com o semblante alegre, o campeão afirmou que passou a semana se tratando para estar fisicamente o melhor possível para encarar o desafio.

“Eu passei a semana fazendo terapia. Eu tive que lutar contra adversidade de novo”, comentou o atleta.

O campeão ainda relatou que um de seus treinadores o alertou sobre os chutes desferidos por Marlon durante o primeiro round. Segundo o lutador, seu técnico afirmou que ele não seria capaz de suportar os golpes seguidos desferidos pelo brasileiro em suas pernas.

“Ele me alertou que eu não conseguiria suportar muito tempo levando aqueles golpes. Então, eu tive que pressioná-lo (Marlon). Eu tive que me adaptar a ele”, contou Henry.

No início da semana, o norte-americano havia informado que tinha as armas necessárias para derrotar o brasileiro. Cejudo disse ainda que encontraria uma forma de derrotar Moraes durante o próprio combate, e foi o que aconteceu.

Mesmo tendo provocado bastante o atleta do Brasil durante a promoção do duelo, o novo detentor do cinturão mostrou muito respeito a Marlon após o combate.

“Temos que tirar o chapéu para Marlon. Ele chuta como um cavalo”, brincou Cejudo.

Ainda no octógono, o norte-americano citou alguns nomes como possíveis desafiantes. Entre eles, o do ex-campeão da divisão, Dominick Cruz, atualmente na quinta posição no ranking. Questionado sobre os nomes, Henry foi categórico ao afirmar o motivo.

“Quero ele, porque é uma lenda. Quero enfrentar lendas neste esporte. Quero lutas grandes. Vocês não gostariam de ver Dominick Cruz enfrentando Henry Cejudo?”, questionou o campeão.

O atleta vem a cada apresentação firmando seu nome na história da organização. Com seu último triunfo, o atleta se tornou o quarto lutador (homem) da história a conquistar dois cinturões consecutivos em duas categorias distintas. Além disso, Cejudo carrega o feito de ser o único atleta da história a possuir um título do UFC e ostentar uma medalha de ouro olímpica em seu currículo.

Ainda não há previsão sobre quando Henry retornará ao octógono, no entanto, segundo Dana White, seu próximo adversário pode ser Aljamain Sterling, que conseguiu o direito de desafiar o campeão após derrotar Pedro Munhoz na penúltima luta do card preliminar neste sábado.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário