Por vitória de Cejudo, Dana White confirma permanência do peso mosca no UFC

Categoria de até 56.7 kg, que esteve prestes a ser encerrada, vai continuar ativa com Henry Cejudo como campeão

H. Cejudo (esq.) salvou divisão de moscas. Foto: Reprodução Twitter @ufc_brasil

Henry Cejudo conquistou o cinturão dos galos (até 61.2 kg.), no último sábado (08). ao derrotar o brasileiro Marlon Moraes na luta principal do UFC 238. Mas, além do segundo título, o norte-americano ainda salvou a divisão de moscas (até 56.7 kg.), categoria em que ele detém o posto de campeão desde agosto de 2018.

Veja Também

Vídeo: Assista o nocaute de Henry Cejudo sobre Marlon Moraes no UFC 238
Henry Cejudo revela que lutou lesionado contra Marlon Moraes: ‘Os rumores eram verdade’
UFC 238: Cejudo anula Marlon Moraes, vence por nocaute e conquista cinturão dos galos

O fim da divisão de moscas era um plano antigo do UFC, tanto que a franquia dispensou vários atletas e tem apenas 12 lutadores no plantel. Entretanto, com uma atuação dominante diante de Marlon, o presidente do Ultimate, Dana White, confirmou que a categoria irá continuar e Cejudo continuará com dois cinturões.

“100% (continua). Obviamente, ele (Cejudo) vencer teve muito a ver com a divisão. Eu disse que (a divisão) vai terminar? Eu disse que ia sair? Eu nem falo naquela divisão há meses”, disse Dana.

Na sequência, um jornalista pediu para que o presidente confirmasse a continuidade da divisão e White reafirmou: “Acabei de fazê-lo. Está confirmada (a permanência do peso mosca)”, completou.

Não foi a primeira vez

Essa não é a primeira vez que Henry Cejudo ‘salva’ o peso mosca do UFC.  Em janeiro deste ano, o então campeão dos galos, TJ Dillashaw, desceu de peso para enfrentar Cejudo. Na ocasião, TJ chegou a dizer que havia atendido um pedido da franquia para ‘fechar a categoria’, mas ele foi nocauteado em 32 segundos e ainda caiu no exame antidoping do show.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário