Suspensões médicas do UFC 145: Torres afastado por 60 dias

Miguel Torres durante treino aberto para o UFC 145

Como acontece por padrão depois de eventos de MMA nos EUA, os lutadores que atuaram no UFC 145 conheceram nesta segunda-feira suas suspensões médicas definidas pela Comissão Atlética do Estado da Georgia. A medida é tomada a cada evento visando garantir a saúde dos atletas.

Miguel Torres ficará o maior tempo fora de ação. Nocauteado por Michael McDonald, o ex-campeão dos galos do WEC terá que ficar em repouso por 60 dias. Além disso, terá que apresentar à Comissão Atlética o resultado de uma tomografia computadorizada.

Che Mills e Brendan Schaub, também nocauteados, terão que ficar afastados por 45 dias. Já Mac Danzig, com suspeita de fratura no pé direito, ficará suspenso até mostrar o resultado de um raio-X do local afetado.

Confira todas as suspensões médicas emitidas pela Comissão Atlética do Estado da Georgia:

Mac Danzig: suspenso por tempo indeterminado até apresentar resultado de radiografia do tornozelo direito.

Miguel Torres: suspenso por 60 dias; terá que apresentar tomografia computadorizada.

Che Mills e Brendan Schaub: suspensos por 45 dias por precaução.

Eddie Yagin, Mark Hominick e Chad Griggs: suspensos por 30 dias, incluindo 21 dias sem contato.

Matt Brown, Stephen Thompson e Keith Wisniewski: cada um suspenso por 14 dias por precaução.

Jon Jones, Rashad Evans, Rory MacDonald, Ben Rothwell, Michael McDonald, Mark Bocek, John Alessio, Travis Browne, Anthony Njokuani, John Makdessi, Efrain Escudero, Chris Clements, Marcus Brimage e Maximo Blanco: cada um suspenso por 7 dias por precaução.

Foto: Kevin C. Cox/Zuffa LLC

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments