Jon Jones lidera folha de pagamento do UFC 145

Jon Jones entra no octógono do UFC 145 (Foto: Al Bello/Zuffa LLC)

O jovem campeão dos meio-pesados Jon Jones abocanhou o maior salário dentre os lutadores que atuaram no UFC 145. De acordo com informação oficial divulgada pela Comissão Atlética do Estado da Georgia, Jones embolsou 400 mil dólares pela luta contra Rashad Evans.

Derrotado na luta principal, Rashad levou 100 mil a menos que o campeão, garantindo o segundo maior pagamento do evento. Ben Rothwell foi o terceiro mais bem pago, muito à frente das jovens estrelas em ascenção Rory MacDonald e Michael McDonald, além do ex-campeão do WEC Miguel Torres.

A lista divulgada pela comissão não inclui os bônus de melhor luta, nocaute e finalização. Confira abaixo todos os valores informados pelo órgão.

Jon Jones: US$400.000 (sem bônus de vitória)
Rashad Evans: US$300.000

Rory MacDonald: US$36.000 (incluindo US$18.000 pelo bônus de vitória)
Che Mills: US$8.000

Ben Rothwell: US$104.000 (incluindo US$52.000 pelo bônus de vitória)
Brendan Schaub: US$14.000

Michael McDonald: US$16.000 (incluindo US$8.000 pelo bônus de vitória)
Miguel Torres: US$32.000

Eddie Yagin: US$12.000 (incluindo US$6.000 pelo bônus de vitória)
Mark Hominick: US$17.000

Mark Bocek: US$46.000 (incluindo US$23.000 pelo bônus de vitória)
John Alessio: US$10.000

Travis Browne: US$24.000 (incluindo US$12.000 pelo bônus de vitória)
Chad Griggs: US$27.000

Matt Brown: US$36.000 (incluindo US$18.000 pelo bônus de vitória)
Stephen Thompson: US$8.000

Anthony Njokuani: US$24.000 (incluindo US$12.000 pelo bônus de vitória)
John Makdessi: US$12.000

Mac Danzig: US$54.000 (incluindo US$27.000 pelo bônus de vitória)
Efrain Escudero: US$10.000

Chris Clements: US$12.000 (incluindo US$6.000 pelo bônus de vitória)
Keith Wisniewski: US$10.000

Marcus Brimage: US$16.000 (incluindo US$8.000 pelo bônus de vitória)
Maximo Blanco: US$13.000

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments