Jéssica Bate-Estaca mira em revanche contra Weili Zhang: 'Pode ser até na China' | SUPER LUTAS

Jéssica Bate-Estaca mira em revanche contra Weili Zhang: ‘Pode ser até na China’

Lutadora brasileira, que foi nocauteada em apenas 42 anos, quer uma nova chance de vingar o revés diante de chinesa e reconquistar o cinturão peso palha do UFC

J. Bate-Estaca (foto) quer revanche contra Zhang. Foto: Reprodução/Instagram @jessicammapro

O reinado de Jéssica Bate-Estaca no peso mosca (até 56.7 kg.) durou pouco. A brasileira, que havia conquistado o cinturão no UFC 237, em maio, perdeu o posto de campeã depois de ser nocauteada pela chinesa Weili Zhang no UFC Shenzhen, realizado no último sábado (31). Mas a paranaense já mira em uma nova chance de título. Ela, inclusive, se prontificou a encarar a rival, novamente, na China.

Veja Também

“Estou muito feliz por ter lutado aqui na China. Foi uma honra ter enfrentado a Zhang Weili. Eu sei exatamente o que ela está passando agora, foi a mesma felicidade que eu tive quando conquistei o cinturão no Brasil. Se eu puder treinar mais e ela me der uma chance de revanche eu vou estar pronta. Pode ser aqui na China, pode ser no Brasil, nos Estados Unidos, eu vou estar muito feliz (de qualquer forma). Obrigado por terem me recebido tão bem”, declarou Bate-Estaca após o revés.

Jéssica Bate-Estaca, que tem um cartel de 21 vitórias e sete derrotas,  vinha de quatro triunfos consecutivos até o UFC Shenzhen. A sequência garantiu a ela o duelo contra Rose Namajunas no UFC 237, em maio, quando conquistou o cinturão dos palhas.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments