Jones explica por que torceu por Poirier no UFC 242: ‘Não gosto dos parceiros de Cormier’

Campeão dos meio-pesados quis vitória de compatriota no duelo contra Khabib pelo fato de russo integrar equipe de eterno rival

J. Jones em coletiva após o UFC 239. Foto: Reprodução/YouTube UFC

Antes do embate entre Dustin Poirier e Khabib Nurmagomedov, realizado neste sábado (7), em Abu Dhabi, válido pela unificação do título dos leves (até 70,3kg.), Jon Jones havia declarado sua torcida para norte-americano. O motivo, segundo ‘Bones’, se dá pelo fato do russo ser parceiro de treinos de Daniel Cormier, seu eterno rival. Jones comentou sobre a fala em entrevista recente ao ‘MMA Junkie’. No combate, Khabib bateu Poirier por finalização no terceiro round.

Saiba mais

IMAGEM FORTE! Albert Gonzales sofre fratura semelhante à de Anderson Silva no Bellator 226
Após derrota, Poirier não confirma retorno ao MMA: ‘Se eu lutar de novo, voltarei mais forte’
Felipe Silva vence por nocaute e desafia Predador por cinturão do BRAVE

“Estou torcendo pelo Poirier por sermos parceiros de negócios. Nós trabalhamos juntos e, francamente, eu não gosto dos parceiros de treino de Daniel Cormier (Khabib e Daniel integram a equipe AKA – American Kickboxing Academy). Então, estou torcendo por Poirier”, disse Jon antes do duelo.

Jones e DC construíram, ao longo dos anos, uma das maiores rivalidades da história do MMA. Os atletas já se enfrentaram em duas ocasiões, ambas válidas pelo cinturão dos meio-pesados (até 93kg.). No primeiro encontro, em 2015, ‘Bones’ bateu o rival na decisão unânime dos juízes. Na segunda peleja, Jon voltou a vencer, desta vez por nocaute, mas o resultado do embate foi posteriormente alterado para ‘no contest’, após Jones ter sido flagrado em um exame antidoping.

Embora a torcida tenha sido publicamente declarada para o norte-americano, Jones afirmou que está ciente das qualidades indiscutíveis de Khabib, a quem elogiou. Além disso, o campeão meio-médio (até 93kg.) disse, também, que, se tivesse que apostar dinheiro, colocaria suas fichas no russo, mesmo não carregando empatia pela ‘Águia’.

“Khabib é um wrestler. Eu sou um wrestlers e, geralmente, wrestlers conseguem ditar onde a luta vai se desenrolar. Se eu tivesse que apostar dinheiro, eu me colocaria do lado de Khabib, mas eu espero que Poirier vença.

Após bater Dustin, Khabib fez uma declaração que envolvia indiretamente ‘Bones’. Na coletiva após o evento, o russo pediu ao Ultimate que fosse mais valorizado e o colocassem em primeiro lugar no ranking peso por peso entre os todos os atletas da companhia, que hoje tem Jon em primeiro, lugar que ocupou após o revés de Daniel para Stipe Miocic no último mês, que rendeu ao atleta a perda do cinturão dos pesados (até 120,2kg.).

Atualmente, Nurmagomedov é o segundo colocado. O russo declarou que sua invencibilidade na carreira, que, neste sábado, foi aumentada para 28 duelos, e hegemonia no esporte são dignos de figurar como o melhor do UFC.

A atualização do ranking deve acontecer durante esta semana.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário