Após derrota, Poirier não confirma retorno ao MMA: ‘Se eu lutar de novo, voltarei mais forte’

Norte-americano mostra grande frustração por revés no último final de semana e não descarta aposentadoria

D. Poirier após UFC 242. Foto: Reprodução/YouTube BT Sports

O norte-americano Dustin Poirier parece ter sentido a derrota sofrida por Khabib Nurmagomedov, no último sábado (7), pelo UFC 242. Em combate válido pela unificação do título dos leves (até 70,3kg.), o ex-campeão interino foi batido por finalização no terceiro round. Após a luta, o ‘Diamante’ mostrou tristeza e chegou a se emocionar no octógono.O ‘MMA Fighting publicou no Twitter um vídeo em que Dustin deixou no ar um retorno às artes marciais mistas, mas agradeceu o apoio dos fãs.

Veja Também

Felipe Silva vence por nocaute e desafia Predador por cinturão do BRAVE
McGregor manda recado para Khabib: ‘Reserve minha revanche para Moscou’
Após defender cinturão, Khabib faz pedido: ‘Me coloquem em primeiro no peso por peso’

“Obrigado, pessoal, pelo apoio. Isso significa muito para mim. Se eu decidir lutar de novo, vou voltar forte. Se não, vamos ver o que Deus reservou para mim”, desabafou o atleta.

O revés para o russo não tem sido de fácil digestão para Dustin. O lutador chegou a chorar na coletiva após o evento, mostrando estar visivelmente abalado pelo resultado negativo. Segundo Poirier, ele estava muito preparado para aquela que seria a noite mais importante de sua carreira.

“Eu sinto como se tivesse me decepcionado. Eu senti como se toda a minha carreira tivesse sido construída para esse momento. Mas, talvez tenham momentos na luta que eu poderia ter feito mais”, disse Dustin.

O atleta ainda revelou que provavelmente passará por momentos difíceis nos próximos dias e terá de aprender a conviver com esta derrota para seguir em frente, seja como lutador ou não.

“Eu estava tão preparado e agora eu tenho que acordar e olhar para mim mesmo no espelho todas as manhãs com este resultado. Se tem uma coisa que a derrota me ensinou no passado é que se os momentos são bons, seja grato. Quando o momento é como agora, seja grato”, declarou o peso leve.

Poirier ainda não consegue ter uma previsão sobre o que fará nas próximas semanas. O plano é descansar e pensar no próximo passo para a carreira e vida pessoal.

“Eu apenas vou para casa e passar um tempo com a minha família. Foi uma longa jornada. Estou orgulhoso de tudo o que eu conquistei no esporte. Ainda tenho ar nos pneus, mas, agora, preciso de um tempo para pensar”, finalizou o norte-americano.

O revés marcou a sexta derrota na carreira de Poirier, que, aos 30 anos, soma 25 triunfos na carreira e um combate sem resultado.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário