Vídeo: Lutadora iraniana estreia no MMA com véu e corpo todo coberto, mas é apagada em imagem forte

A iraniana Kiani Samereh, que fazia sua primeira luta de MMA, foi pega em um mata-leão, preferiu não bater e caiu desmaiada no cage

K. Samereh lutou de véu em sua 1ª luta no MMA. Foto: Reprodução

O MMA feminino quebra novas barreiras a cada dia. O esporte, que já é popular entre as atletas ocidentais, chegou até as lutadoras do Oriente Médio. A iraniana Kiani Samereh fez sua primeira luta no MMA usando uma burca, tradicional vestimenta da religião muçulmana. O debute aconteceu na 35ª edição do Real Xtreme Fighting (RXF), realizado no último final de semana na Romênia.

Veja Também

‘Mulheres na Luta’ – A ascensão delas no mundo deles
Cyborg afirma que, com a proposta certa, pode se apresentar na luta livre: ‘Adoraria o desafio’
Com luta neste sábado, Machida quer repetir vitória sobre Mousasi: ‘Posso nocauteá-lo’

A atleta, que entrou na área de lutas com o uniforme cobrindo todo seu corpo, inclusive com véu na cabeça, não teve um bom início do esporte. Ela foi finalizada com um mata-leão em apenas 19 segundos pela romena Ana Maria Pal, que fazia sua quinta luta profissional. A imagem final impressiona (veja o vídeo abaixo).

A romena encaixou o estrangulamento com Kiani ainda em pé. A iraniana não desistiu do combate com os tradicionais três tapinhas e caiu desmaiada no cage. Ela precisou de atendimento para voltar a respirar e recobrar os sentidos. Até mesmo Pal, que havia vencido o duelo, mostrou preocupação com a saúde da iraniana. Ana Maria não escondeu o alívio quando Kiani recobrou o sentido.

Vídeo: Lutadora iraniana estreia no MMA com véu e corpo todo coberto, mas é apagada em imagem forte

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments