Rafael dos Anjos quer enfrentar Poirier, caso atleta suba para os meio-médios: ‘Estou disposto!’

Brasileiro responde pergunta de fã, que sugere embate entre ex-campeão dos leves e norte-americano

R. Dos Anjos (foto) quer enfrentar D. Poirier entre os meio-médios. Foto: Reprodução Facebook ufc

Depois que foi derrotado por Khabib Nurmagomedov em combate válido pela unificação do título dos leves (até 70,3kg.), no UFC 242, muitos atletas querem um pedaço de Dustin Poirier. Um deles é Rafael dos Anjos. Após ter conhecimento de que o norte-americano cogita subir de divisão no futuro, o brasileiro, em resposta a um fã no Twitter, afirmou que gostaria de trocar forças contra o ‘Diamante’.

Saiba mais

UFC cogita torneio peso mosca para definir novo campeão, caso Cejudo abra mão do título, diz repórter
Após derrota, Mackenzie se diz pronta para voltar a atuar e pede luta para fevereiro
Masvidal faz críticas a atletas que abusam das promoções de lutas: ‘Apenas entre lá e lute’

“Estou disposto”, escreveu Rafael, ao responder um fã que afirmou que um combate entre Dos Anjos e Poirier seria empolgante.

A vida de Dustin ficou muito agitada após seu revés para o russo. A princípio, o norte-americano chegou a cogitar uma aposentadoria precoce, tamanha decepção pelo mau resultado diante do campeão, mas logo o atleta conseguiu se recompor e assumiu o papel de grande lutador.

Apesar de ter revelado em uma rede social o desejo de atuar entre os atletas mais pesados, Poirier tem buscado realizar uma vontade antiga: fazer uma revanche contra Conor McGregor, por quem foi derrotado em 2014.

Com status de ex-campeão, em situação semelhante a do irlandês, que também vem de derrota para o ‘Águia’, o ‘Diamante’ tem afirmado com frequência o desejo de voltar a dividir o octógono com o ‘Notório’.

A dificuldade, no entanto, está no fato de Conor também tem uma lista de ‘inimigos’ dispostos a enfrentá-lo.

Rafael, por sua vez, vive sua pior fase dentro do Ultimate. Campeão da companhia na categoria dos leves, em 2015, o brasileiro perdeu o título para Eddie Alvarez cerca de um ano depois. Recentemente, o brasileiro soma apenas uma vitória em suas quatro últimas apresentações.

O último compromisso de Rafael aconteceu em julho deste ano, quando perdeu para Leon Edwars. O revés empurrou Dos Anjos para a quinta posição na categoria e o afastou da elite dos meio-médios, impossibilitando uma chance pelo cinturão em um futuro próximo.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário