Greg Hardy tem vitória no UFC Boston anulada por bombinha de asma e reclama: ‘Usei para respirar’

Lutador fez uso do inalador no intervalo do segundo para o terceiro round no combate contra Ben Sosoli; Um membro da Comissão Atlética viu o remédio e não impediu o uso

G. Hardy teve vitória revertida no UFC Boston. Foto: Reprodução/Instagram @greghardyjr

A carreira de Greg Hardy foi cercada de polêmicas no esporte. Na noite desta sexta-feira (18), o peso pesado teve uma mais uma controvérsia durante sua luta contra Ben Sosoli no UFC Boston. Ele usou um inalador, a famosa ‘bombinha de asma’, e teve seu triunfo transformado em ‘No Contest’ (luta sem resultado).

Saiba mais

McGregor é acusado por novo caso de estrupro na Irlanda
Vídeo: Assista o nocaute sofrido por Chris Weidman contra Dominick Reyes no UFC Boston

Hardy usou o inalador no intervalo do segundo para o terceiro round (veja no vídeo abaixo), quando ele já havia vencido as duas parciais no combate contra o australiano. Um membro da Comissão Atlética de Massachusetts (MSAC, na sigla em inglês), entidade que sancionou o evento, estava perto do lutador, mas não impediu o uso do medicamento. Mesmo assim, a MSAC reverteu o resultado após o embate. A equipe de Greg garante que ele tinha autorização para usar o inalador

Hardy se defende e diz que tinha autorização para usar o inalador

Apesar do uso do inalador ser proibido segundo as Regras Unificadas do MMA, Hardy garante que tinha autorização da MSAC para usar o medicamento. Em entrevista após o show, ele não escondeu a decepção com a perda da vitória.

“Estou muito chateado. Aquilo é um inalador para exercícios induzidos para asma. Fiz uso dele a minha vida toda, e indico na papelada que a USADA (sigla para Agência Antidoping dos EUA) me apresenta a cada exame antidoping, para que eles e o UFC saibam que não uso esteroides. Sou um monstro natural”, disse.

O peso pesado ainda fez questão de explicar a funcionalidade do inalador e garantiu que não se trata de nenhuma trapaça

“Você tem controle completo do seu diafragma e dos seus pulmões. Eles se expandem e contraem normalmente, mas os meus, não. Eles ficam inflamados, o que restringe a respiração e o fluxo de ar. Tenho certeza que muitas pessoas aqui têm filhos com asma. Vocês não podem deixá-los sozinhos, senão eles podem morrer. O inalador abre as vias respiratórias para que eu possa respirar. O ponto não é que eu respire melhor, mas sim que eu respire como todos vocês. Isso torna a situação equilibrada na luta”, completou.

Histórico de polêmicas.

Antes de se tornar peso pesado do UFC, Hardy foi defensor do Dallas Cowboys, time da NFL. O jogador acabou suspenso da liga de futebol americano por acusações de agressão contra sua então companheira. Em sua primeira luta no UFC, em janeiro, ele foi desclassificado por uma joelhada ilegal em Allen Crowder, no segundo round, quando vencia o combate.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário