Edgar parabeniza ‘Zumbi Coreano’ após UFC Busan: ‘Tiro o chapéu para ele’

Norte-americano mostra espírito esportivo ao tratar derrota e ainda brinca ao colocar a culpa na ‘cabeleira’

F. Edgar (esq.) e Z. Coreano (dir.) após UFC Busan. Foto: Reprodução/Instagram @ufc_brasil

O ex-campeão dos leves (até 70,3kg.) e desafiante ao título dos penas (até 65,7kg), Frankie Edgar, não teve sucesso em sua última apresentação, quando aceitou enfrentar, de última hora, Chan Sung Jung, o ‘Zumbi Coreano, na luta principal do UFC Busan, realizado na madrugada do último sábado (21), na Coreia do Sul. Em processo de transição para migrar para os galos (até 61,2kg.), o norte-americano mostrou fragilidade ao encarar um oponente mais forte e acabou batido logo no primeiro round. Após o confronto, o atleta mostrou espírito esportivo e parabenizou o rival em sua conta no ‘Twitter’.

Veja Também

Alex Perreira nocauteia no último segundo e segue campeão; Hari se machuca e Rico vence a revanche
IMAGENS FORTES: Veja como ficou o rosto de Alistair Overeem 12 dias após ter o lábio rasgado no UFC
VÍDEO: Assista o nocaute do Zumbi Coreano sobre Frankie Edgar no UFC Buzan

“Bem, não foi como o planejado na Coreia do Sul, mas devemos vencer como homens e perder também. Eu tiro o meu chapéu para o Zumbi Coreano em sua grande performance. Acho que talvez seja hora de cortar essa droga de cabelo”, brincou Frankie, que aproveitou para agradecer ao apoio da família, fãs e amigos. “Obrigado à minha família, equipe e fãs pelo amor e suporte”, finalizou.

Edgar aceitou enfrentar o sul-coreano com duas semanas de preparação para o confronto. O atleta substituiu o compatriota Brian Ortega, que sofreu uma lesão e ficou impossibilitado de se apresentar.

Frankie alterou seus planos de treinamento e se retirou do confronto em que realizaria, enfim, a estreia na divisão de baixo, no fim de janeiro.

Com o revés, o norte-americano somou sua segunda derrota consecutiva, algo que não acontecia desde 2012.

Com a vitória sobre o norte-americano, o Chan entrou de vez na elite dos penas e se aproximou de uma disputa de cinturão em breve. O atleta terminou 2019 em grande fase e agora espera por uma chance de desafiar o novo campeão, Alexander Volkanovski.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments