Cigano diz que Overeem não merece chance por cinturão e elege Velasquez como desafiante

Júnior Cigano nocauteou o norte-americano Frank Mir, na última semana, e defendeu pela primeira vez o cinturão dos pesos pesados do UFC. Mas, mesmo com o triunfo, o brasileiro não pensa em descanso e já mira em possíveis desafiantes. Em entrevista ao site norte-americano “Bloody Elbow“, Cigano diz que não escolhe adversários, mas acha que Alistair Overeem, que ia enfrentá-lo no UFC 146 mas foi pego no exame antidoping, não merece uma nova chance.

“Eu realmente não me importo com quem venha a ser meu adversário, isso depende apenas do UFC. Mas acho que o Overeem não merece disputar o título, pelo menos neste momento, por causa do doping”, disse Cigano, que elegeu quem seria seu próximo desafio.

LEIA MAISCigano, Mir e Velasquez lideram salários do UFC 146

“Acredito que o (Cain) Velasquez merece a revanche, mas não depende só de mim. Se eles me mandarem lutar contra Alistair, Cain ou qualquer outro, estarei pronto”, completou.

Cigano ainda revelou, que caso Jon Jones – campeão da categoria de meio-pesados – suba para a divisão de pesos pesados, ele será um grande desafio em uma possível disputa de cinturão.

VEJA TAMBÉMUFC 146: Cigano atropela Mir e defende cinturão

“Jon Jones é muito bom. Ele é realmente diferenciado. Se ele for para os pesados, com certeza as coisas ficarão mais difíceis. Gosto muito do Jones, mas se ele subir de categoria e merecer uma chance de lutar pelo título, nós iremos para o octógono e vou dar meu melhor para batê-lo”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário