Bibiano Fernandes explica saída do UFC 149 e diz não ter assinado contrato com Ultimate

Bibiano Fernandes divulga carta aberta onde explica que não assinou com o UFC

Na última semana, o nome do brasileiro Bibiano Fernandes foi anunciado pelo Ultimate no card do UFC 149, evento que acontece dia 21 de julho, em Calgary, no Canadá. Mas, sem maiores explicações, o Twitter oficial da organização divulgou na noite da última segunda-feira (11), que o atleta tupiniquim estava fora do programa de lutas.

Através de uma carta aberta divulgada a imprensa, o peso galo explicou, que apesar de uma negociação em andamento, o acordo não foi assinado pelos valores desejados financeiros desejado por ele.

Confira abaixo a carta na integra onde Bibiano Fernandes explica o acontecido.

“Inicialmente gostaria esclarecer a notícia envolvendo meu nome e o do UFC, onde foi divulgado amplamente que eu seria o novo contratado do evento, e teria assinado o contrato para participar do UFC 149 que acontecerá no dia 21 de julho na cidade de Calgary, no Canadá. Gostaria de dizer que eu não sou atleta do UFC, não assinei o contrato com a organização. O que de fato estava ocorrendo era uma negociação com o evento, porém não chegamos a um acordo, sendo assim, não é verdadeira a noticia veiculada na mídia especializada de que eu seria atleta do UFC.

Gostaria de dizer também que antes de mais nada, sou um pai de família, um atleta profissional e vivo do esporte, de onde eu tiro o meu sustento e de minha família, já que eu e o UFC não chegamos a um acordo que beneficiasse a mim e minha família, não assinei o contrato que permitiria fazer parte desta grande organização.

O UFC é a maior organização de MMA do planeta, porém tenho meus valores pessoais e profissionais que me impediram momentaneamente de fazer parte daquele grande show, afirmo ainda, que no dia em que conseguirmos chegar a um acordo que seja bom para ambas as partes, terei o enorme prazer e a satisfação participar do UFC, sempre honrando meu Estado e meu País.

Por ultimo, informo que ainda sou atleta do DREAM, organização japonesa da qual sou campeão da categoria peso galo. Gostaria de agradecer a Deus e todos os meus fãs que vibraram com a noticia, porém ainda não faço parte do UFC.

Atenciosamente

Bibiano Fernandes.”

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário