Lutador de MMA, italiano confirma ter contraído coronavírus

Doença que assombra o mundo tem o primeiro caso diagnosticado nas artes marciais mistas; Cristian Binda, 42, segue internado e se recupera

C. Binda é diagnosticado com coronavírus. Foto: Reprodução/Instagram @bindacristian_mdp

O coronavírus (COVID-19) teve seu primeiro caso confirmado no MMA. Trata-se do lutador italiano Cristian Binda, de 42 anos. O atleta confirmou ter contraído a doença e segue internado. Por meio de suas redes sociais, o combatente explicou a situação vivida, relatando momentos de tensão e ainda recomendou que a população permaneça seguindo as medidas preventivas, em casa.

Veja Também

Líder da ATT confirma ‘tolerância zero’ para provocações de Colby Covington a companheiros de equipe
Ícones do MMA, McGregor e Jon Jones mandam mensagem de apoio no período de isolamento
Com eventos adiados por conta do COVID-19, lutadores relatam dificuldades financeiras e de treinamentos

“Oi, pessoal. Quero que todos saibam que estou me sentindo melhor agora. Para resumir, após nove dias de febre alta e tosse, eu já não conseguia mais respirar e tive que dar o braço a torcer e ir para o hospital. Foi internado no Hospital Sant’Anna, em Como (ITA), e depois fui transferido para Lanzo D’Intelvi. Fui diagnosticado com pneumonia e, obviamente, COVID-19. Agora, estou tentando voltar ao normal, para poder voltar mais forte que antes”, disse Binda.

O atleta aproveitou para fazer suas recomendações, na intenção de conscientizar a população mundial, principalmente a italiana, sobre a importância de respeitar o período de isolamento social.

“Duas coisas importantes: muita gente ficou preocupada e me mandou muitas mensagens. Por favor, evitem fazer isso. Eu fico cansado só de tentar responder a todos. E o mais importante: coronavírus não é brincadeira. Fiquem em casa. Fiquei apenas uma noite na UTI e é pior do que o “Círculo do Inferno” de Dante (Alighieri). É de cortar o coração. Fiquem em casa e superem isso juntos. Por fim, quero agradecer a todo o Sistema de Saúde da Itália, que é o nosso orgulho. Agora tenho que descansar. Guarda alta”, finalizou o atleta.

Cristian estreou no MMA em maio de 2006. O atleta disputou 21 lutas como profissional, conquistando 11 vitórias e 10 reveses. O atleta não realiza uma apresentação profissional desde 2016.

De acordo com dados publicados pelo ‘G1’ no último domingo (22), a Itália confirmou mais de 59,1 mil casos, ficando atrás apenas da China, que tem mais de 81 mil ocorrências. Em território italiano constam 651 mortos pela doença.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Cristian Binda (@bindacristian_mdp) em

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário