Henry Cejudo explica decisão de se aposentar: ‘Quero sair no topo’

Campeão dos galos surpreendeu ao afirmar que não pretende mais se apresentar no MMA depois da vitória sobre sobre Dominick Cruz no UFC 249

H. Cejudo explica decisão de se aposentar do MMA. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

O campeão dos galos (até 61,2kg.) surpreendeu os espectadores do UFC 249, que aconteceu neste sábado (9), em Jacksonville, ao anunciar sua aposentadoria do esporte aos 33 anos. O atleta confirmou o fato na entrevista concedida, ainda no octógono, depois de ter derrotado Dominick Cruz. Na coletiva após o espetáculo, o ‘Triplo C’ explicou o motivo da decisão.

Veja Também

Gaethje fatura bônus de ‘Luta’ e ‘Performance da Noite’ após show no UFC 249
Khabib parabeniza Gaethje após vitória no UFC 249: ‘Luta inteligente’
VÍDEO: Assista o nocaute de Justin Gaethje sobre Tony Ferguson no UFC 249

“Eu não fui o melhor (da história) no wrestling. Sou campeão olímpico, mas não fui o melhor. Não sou o melhor lutador de todos os tempos, mas quando você analisa meu currículo, eu acredito que estou no topo da montanha. Eu quero me aposentar no topo”, afirmou Cejudo.

Neste sábado, Henry realizou um grande feito ao derrotar aquele que, para muitos, é o melhor combatente da história dos galos. Quando iniciou sua trajetória no MMA, o norte-americano afirmou que seu desejo era enfrentar e derrotar lendas e, na noite deste sábado, o ‘Triplo C’ conseguiu.

Sobre o futuro da divisão, Cejudo disse que sua saída será positiva para os demais componentes do grupo. Para ele, agora a categoria poderá ter mais desafios, já que o cinturão poderá ser colocado em disputa mais vezes.

“Deixe esses outros lutadores se matarem. Deixe eles se divertirem. Eles reclamam que eu escolho lutas, mas olhe só meu currículo”, finalizou.

Aos 33 anos, Henry disputou 18 lutas como profissional no MMA. O combatente venceu em 16 oportunidades e teve apenas dois reveses.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário