UFC retira Henry Cejudo do ranking dos galos e divisão fica com título vago

Após norte-americano anunciar a aposentadoria do esporte, no início de maio, decide excluir o atleta da sua lista oficial de combatentes

H. Cejudo tem cinturão retirado após anunciar aposentadoria do MMA. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Depois de surpreender o mundo e anunciar sua aposentadoria do MMA após bater Dominick Cruz no UFC 249, em 9 de maio, Henry Cejudo não consta mais como campeão dos galos (até 61,2kg.) no ranking oficial do Ultimate. A organização optou por retirar o norte-americano da lista de combatentes e, agora, tem dois cinturões vagos. A informação consta no site da empresa.

Tudo começou quando Cejudo, depois de mais uma grande vitória na carreira, afirmou que estava saturado após uma vida toda dedicada às competições. Mesmo com um tom de sinceridade, diversos veículos especializados e fãs acreditaram que tudo não passava de uma ‘jogada de marketing’ do ‘Triplo C’ para ser mais valorizado dentro da companhia.

Ao ser questionado sobre a decisão de Cejudo, o presidente da organização, Dana White, logo após o UFC 249, não criticou o antigo campeão e se limitou a dizer que apoia a fala de Henry.

“Neste esporte, quando você começa a pensar a se aposentar, talvez seja o melhor a se fazer”, disse o mandatário em coletiva no dia 9 de maio.

White também adiantou seus planos e afirmou que, caso a decisão de Cejudo seja definitiva, o primeiro nome para uma disputa de cinturão será o de Petr Yan, atual número três no ranking, invicto no UFC e que não perde há nove apresentações. Os possíveis oponentes do russo seriam Marlon Moraes, Aljamain Sterling e José Aldo.

Além de retirar o cinturão de Cejudo, o Ultimate também excluiu o ex-campeão dos galos do ranking peso-por-peso da organização.

H. Cejudo é retirado do posto de campeão dos galos pelo UFC. Foto: Reprodução

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments