Empresário de Kamaru Usman oferece disputa de cinturão a Conor McGregor: ‘Quer uma chance?’

Após Jorge Masvidal sinalizar um novo confronto contra Nate Diaz, Ali Abdelaziz cogita irlandês como próximo desafiante ao título dos meio-médios

C. McGregor (esq.) pode ser o próximo desafiante ao título dos meio-médios. Foto: Montagem SL/MMA Press

Após o número três do ranking dos meio-médios (até 77kg.), Jorge Masvidal, sugerir que quer enfrentar Nate Diaz em seu próximo compromisso, o campeão da divisão, Kamaru Usman busca um novo adversário. Pensando em um grande espetáculo, o empresário do nigeriano, Ali Abdelaziz, ofereceu uma chance a Conor McGregor de disputar o título da categoria.

Veja Também

UFC retira Henry Cejudo do ranking dos galos e divisão fica com título vago
Líder da ‘Nova União’, Dedé Pederneiras testa positivo para COVID-19
Presidente do ‘Bare Knuckle’ sugere luta entre Mike Tyson e Wanderlei Silva

“Parece que o desafiante número um quer enfrentar Nate Diaz agora. Bom para ele. Conor McGregor, você quer uma chance pelo título? Venha para o ‘papai’. Kamaru Usman vai te dar uma (chance) e promete que não vai te derrubar nos primeiros dois rounds. Apenas tapas”, escreveu Ali em sua conta no Twitter.

Desde que derrotou, com propriedade, Donald Cerrone em janeiro, McGregor se tornou um nome a ser observado entre os meio-médios. Após bater ‘Cowboy’ em luta disputada na categoria até 77kg., o ‘Notório’ foi adicionado oficialmente no ranking da categoria e pode atuar pelo cinturão na terceira divisão diferente.

Antes da pandemia do coronavírus, Usman e Masvidal estavam em negociações para trocarem forças em julho, na ‘Semana Mundial da Luta’, em Las Vegas. Os dois, inclusive, esboçaram uma confusão nos bastidores de um evento da NFL, mas a possibilidade do confronto acabou esfriando.

Conor já afirmou publicamente que se sentiu bem atuando entre os meio-médios e que seus planos para o futuro podem ser, de fato, na atual divisão.

Kamaru não atua desde sua primeira defesa de título, em dezembro de 2019, quando bateu Colby Covington por nocaute na luta principal do UFC 245.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments