Presidente do ‘Bare Knuckle’ sugere luta entre Mike Tyson e Wanderlei Silva

David Feldman, presidente do evento de ‘boxe sem luvas’, afirma que pretende investir alto para contar com a lenda da ‘nobre arte’ em seu evento e cogita brasileiro como rival

M. Tyson (foto) tem nome de W. Silva oferecido para o duelo no ‘Boxe Sem Luvas’. Foto: Reprodução/Instagram @miketyson

A notícia de que a lenda do boxe, Mike Tyson, está disposta a voltar a lutar tem mexido com os ânimos de muitos promotores de luta ao redor do mundo. Ansioso por contar com o ex-campeão mundial no ‘Bare Knuckle FC’, o presidente da organização, David Feldman, sugeriu o nome de Wanderlei Silva como possível adversário do norte-americano.

Veja Também

Mike Tyson diz que contrato para volta ao Boxe deve ser assinado nesta semana
Bethe Pitbull volta ao octógono contra Pannie Kianzad, em julho, na ‘Ilha da Luta’
UFC confirma card de evento do próximo sábado com Woodley x Durinho da luta principal

“Eu acho que um Wanderlei Silva, alguém desta natureza. Não importa que o Wanderlei esteja velho. Ele é perigoso, e eu acho que seria um combate intrigante. Algo assim, mas na verdade não tenho nada em mente agora”, disse Feldman em entrevista ao ‘MMA Fighting’.

Ao saber que seu nome estava sendo levantado para ser o responsável por dar as ‘boas-vindas’ à lenda norte-americana ao mundo das lutas, Wand usou suas redes sociais para se manifestar positivamente sobre um acordo.

“Seria uma honra. Aceitaria na hora, sem pensar”, escreveu Silva em sua conta no Instagram.

Embora tenha, em um primeiro momento, oferecido US$ 20 milhões a Tyson (quase R$110 milhões), David afirmou que não conseguiu convencer o pugilista a atuar pela sua empresa. O mandatário, no entanto, ainda não perdeu as esperanças de ver Mike atuando em sua arena de batalhas.

“Primeiro, quero ver se conseguimos fazer esta história do Mike acontecer, e depois vamos começar a falar de adversários. Ainda não fomos bem sucedidos em fazer esta história do Mike acontecer, mas acho que a porta ainda não está fechada. Ele disse não imediatamente, mas acho que há uma chance”, finalizou.

Desde que Tyson anunciou publicamente que vai voltar à ativa em um combate com fins beneficentes, muitos nomes para possíveis oponentes surgiram. Foram analisadas propostas de embates contra a lenda do MMA, Tito Ortiz, o ex-campeão de boxe, Shannon Briggs e, por fim, a possibilidade que mais agitou os fãs: uma trilogia contra Evander Holyfield, contra quem Tyson travou uma rivalidade histórica nos anos 90.

Sem nenhuma certeza, Mike, de 53 anos, afirmou recentemente que o anúncio de seu próximo desafio será divulgado nesta semana. Enquanto isso, o atleta segue treinando e impressionando com sua vitalidade nas redes sociais.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments