McGregor faz lista de melhores da história do MMA e se coloca em segundo

Sem Khabib Nurmageomdov, rlandês escala os principais nomes do esporte e justifica escolha em lista polêmica

C. McGregor faz lista de melhores de todos os tempos no MMA. Foto: Reprodução / Facebook UFC

Sem luta marcada e sem garantir se vai atuar durante a pandemia do coronavírus (COVID-19), Conor McGregor resolveu agitar as redes sociais. Em sua conta no ‘Twitter’, o ‘Notório’ decidiu fazer uma lista em que escala os melhores lutadores da história do MMA. Com algumas ausências, o irlandês se colocou em segundo.

Veja Também

Empresário de Kamaru Usman oferece disputa de cinturão a Conor McGregor: ‘Quer uma chance?’
UFC retira Henry Cejudo do ranking dos galos e divisão fica com título vago
Líder da ‘Nova União’, Dedé Pederneiras testa positivo para COVID-19

“O conjunto de nocautes, passando por duas divisões, com status de campeão, Anderson Silva é o melhor de todos os tempos no MMA. Pela leva de nocautes, passando por três divisões, eu fico em segundo, ou empatado em primeiro”, escreveu Conor, que completou elencando as qualidades técnicas de ‘Spider’ em seu auge.

“Anderson está, claramente, no número 1. Tem mais nocautes plásticos no currículo. Chute frontal na cara, cotovelada de baixo para cima, joelhadas no rosto. É uma longa lista, de impressionar. Anderson e eu temos os desfechos de luta mais emocionantes e importantes do esporte. E eu só estou aquecendo”, explicou.

Em terceiro, o irlandês escalou outro atleta que, assim como ele, conquistou cinturões em duas categorias distintas dentro do UFC. Por isso, Georges St. Pierre foi colocado na posição de número três.

“GSP está em terceiro. Com menos nocautes, mas com status de campeão em duas divisões. Ele está bem atrás, no entanto. Rasões: Deixou os meio-médios (até 77kg.) depois de muitos danos sofridos e resultados questionáveis. Ele nunca engajou sucessores na divisão. Evitou enfrentar Anderson (Silva). Ele só se moveu quando o ‘lutador de um olho’ (Michael Bisping) apareceu. Atuou na zona de segurança”, publicou o ‘Notório’.

Encerrando a lista com quatro nomes, Conor causou, para muitos, a maior polêmica entre os nomes citados. O atleta selecionou Jon Jones em quarto e explicou o motivo de ter colocado em último – entre seus escolhidos – aquele que é considerado, por um grande grupo de fãs e especialistas em MMA, como o melhor de todos os tempos.

“Jones é o quarto, talvez, empatado em terceiro. Ele tem mais nocautes que GSP, ainda está em atividade. Porém, campeão só de uma divisão. Rasões: várias performances sem brilho decididas pelos jurados e vitórias questionáveis por pontos. Tentativa de entrar em segurança no peso pesado (até 120,2kg.) chegando e evitando o campeão. Não mencionei os dopings de vários lutadores, mesmo que isso me tornasse, claramente, o número 1, além de continuar em atividade. É vergonhoso, além de colocar todas as vitórias e nocautes sob dúvida, arranquei a cabeça de vários ‘trapaceiros’. O verdadeiro ‘Melhor da História’ (GOAT-Great of All Time) tem que fazer isso tudo. Muitos rivais de Jones eram adversários do Anderson no peso médio (até 83,9kg.) e, apesar da vantagem do peso, Jones não chegava nem perto dos nocautes dele”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments