Joinha recusa Weidman como desafiante e Anderson deve voltar apenas em 2013

Empresário reforça o desejo de luta contra GSP em um peso combinado

O retorno de Anderson Silva ao octógono deve acontecer apenas em 2013. O brasileiro, que deveria defender o cinturão dos pesos médios contra Chris Weidman, rejeitou o confronto diante do norte-americano e seu próximo confronto ainda não tem data prevista.

Empresário diz que rejeitou luta de Anderson Silva (foto) contra Chris Weidman

De acordo com Jorge “Joinha” Guimarães, em empresário de Anderson,  a luta contra Weidman não faz sentido para o brasileiro. Além disso, ele cita a inexperiência do norte-americano como um dos fatores preponderantes para rejeitar o confronto.

“Eles (UFC) meio que… mencionaram isso (luta contra Weidman). Mas não achamos que faz sentido. Weidman tem nove lutas, todas impressionantes, mas é a metade do que o Anderson tem. Não acho que seja o suficiente. Mas isso é com a organização, de dizer quem é um bom oponente para o Anderson. Só acho que seria difícil de promover”, disse Joinha ao site MMA Fighting.

LEIA MAIS: Weidman critica empresários de Anderson

O empresário ainda reafirmou o desejo de uma super luta contra o canadense Georges St-Pierre, campeão da divisão de meio-médios da organização. Joinha ainda afirmou que o duelo diante de GSP seria em um peso combinado entre de 84kg, limite da divisão de médios, e 77kg, da categoria de meio-médios

“Acho que um peso combinado seria o melhor. Anderson não pode lutar nos ‘170 pounds’ (77 kg.), mas talvez nos ‘180 pounds’ (81,6kg). Acho que ele estaria apto a bater esse peso”, disse Guimarães, que marcou a data prevista para o retorno.

“Provavelmente não (voltar a lutar este ano). Talvez no começo do ano que vem. Vamos ver o que acontece entre GSP (Georges St-Pierre) e Condit”, finalizou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments