Rival de Anderson quer “chocar o mundo” no UFC Rio 3

Bonnar (esq.) quer chocar o mundo no UFC Rio 3. Foto: Josh Hedges

Cotado como amplo azarão no duelo contra Anderson Silva, o norte-americano Stephan Bonnar se importa com o rótulo de zebra. Para o finalista da primeira edição do TUF, o reliaty show do UFC nos Estados Unidos, o combate diante de um dos maiores nomes da modalidade em todos os tempos é sonho.

Bonnar, que afirmou que se já considerava um aposentado antes de ser anunciado como oponente do “Spider”, revelou que quer chocar o mundo derrotando Anderson no Brasil.

“É como a luta dos sonhos. Lutar contra Anderson, na casa dele… Claro que vou ficar emocionado. Gostei da maneira como isso foi feito. Se eu vou lutar com esse cara, quero que seja no Brasil, no Rio, quero ser o maior azarão de todos os tempos e também quero chocar o mundo”, disparou Stephan, em entrevista ao programa de TV americano ”UFC Tonight”.

O norte-americano ainda lembrou do filme “Rocky Balboa”, de 1976. quando um pugilista desconhecido enfrentou o campeão mundial de boxe, “Apolo Creed” e após uma batalha disputadíssima foi derrotado na decisão dividida dos juízes.

“Estou amando isso. Eu sou o maior azarão da história do UFC. Ele é maior lutador peso por peso da organização. Ninguém está me dando uma chance nessa luta. Eu adoro. Me sinto como Rocky Balboa. Chegou a hora, o ‘Psicopata Americano’ (apelido de Bonnar) vai fazer seu trabalho”, encerrou.

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário