Georges St-Pierre acredita que Jon Jones e Francis Ngannou 'estão com medo' de superluta | SUPER LUTAS

Georges St-Pierre acredita que Jon Jones e Francis Ngannou ‘estão com medo’ de superluta

Lenda do MMA, canadense também falou da importância de temer perder para se manter no topo do esporte

GSP não entra no octógono desde 2017. Foto/Reprodução: Twitter

Desde de a confirmação da subida de Jon Jones aos pesos pesados (até 120,2kg.), uma potencial superluta contra Francis Ngannou tem sido um dos assuntos mais comentados no mundo do MMA. O combate, no entanto, enfrenta um imbróglio para ser oficializado e a lenda do esporte, Georges St-Pierre, deu sua opinião sobre o tema.

Veja Também

Jon Jones tem medo de Francis Ngannou e Francis Ngannou tem medo de Jon Jones. Os dois estão com medo. Até porque, se eles não tivessem medo, isso significa que eles não se importam”, disse St-Pierre em entrevista ao podcast ‘The Joe Rogan Experience’.

Questionado sobre o ‘medo’ nas artes marciais, GSP foi enfático ao analisar o sentimento. Segundo ele, há a necessidade de se manter em um sucesso esportivo e pensar em uma derrota faz com que o fator-financeiro acabe pesando no equilíbrio.

“Lutar, tenho certeza, é importante para eles. O sucesso é importante para eles e, quando você coloca tudo em risco, é normal ter medo. Se o preço for bom, mesmo que ele esteja com medo, independentemente de como se sinta, ele fará o trabalho”, concluiu o canadense.

As divergências começaram após Francis Ngannou derrotar Stipe Miocic no UFC 260 e, logo em seguida, Jon Jones afirmar que aceitaria o combate apenas se o Ultimate chegasse em um acordo financeiro. A postura do ex-campeão dos meio-pesados (até 93kg.) chegou a irritar Dana White, que sugeriu que ele descesse de divisão para evitar enfrentar o camaronês. O ‘chefão’, inclusive, cogita promover uma revanche do novo detentor do cinturão dos pesados contra Derrick Lewis.

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments