Do Bronx garante não esquecer origens, caso conquiste título no UFC 262: 'Quero ser o Charles de sempre' | SUPER LUTAS

Do Bronx garante não esquecer origens, caso conquiste título no UFC 262: ‘Quero ser o Charles de sempre’

Adversário de Michael Chandler na disputa do cinturão dos leves no sábado, brasileiro quer ser modelo de humildade para atletas que sonham com o estrelato

C. Do Bronx está a um passo de fazer história no UFC. Foto: Reprodução/Instagram @ufc

Perto de fazer a maior luta de sua carreira, Charles do Bronx não esquece suas origens. Com infância dura, o paulista, que venceu as dificuldades e, hoje, está no topo do MMA, quer ser modelo para os jovens que sonham com o estrelato. Na disputa pelo cinturão dos leves (até 70,3kg.) do Ultimate, que acontece neste sábado (15), o brasileiro falou sobre o tipo de campeão que quer ser, caso supere Michael Chandler e assuma o trono deixado por Khabib Nurmagomedov.

Veja Também

“Eu quero ser o Charles de sempre, continuar mostrando que um cara que veio de dentro da comunidade pode vencer na vida. Uma pessoa que chega para lutar sem desrespeitar ninguém, que dá o show dentro do octógono. É isso que eu quero ser”, disse o brasileiro, em conversa com a imprensa, com participação do SUPER LUTAS.

Vivendo o melhor momento em sua carreira como profissional no MMA, Do Bronx vem colecionando vítimas nos últimos anos sobre o octógono. A chance de lutar pelo título veio depois de uma atuação histórica diante Tony Ferguson, quando dominou, por três rounds, um dos nomes mais temidos da história da divisão.

Para ocupar o ponto mais alto da categoria, Charles não terá tarefa fácil. O título estará na cintura do paulista apenas se o combatente superar a lenda do Bellator, Michael Chandler.

Ex-campeão dos leves na concorrente, o norte-americano chegou há pouco tempo no Ultimate e, com apenas uma apresentação, chegou à disputa do cinturão. Para conquistar o direito de buscar o trono, o lutador superou Dan Hooker com um nocaute devastador no primeiro round, em confronto promovido no UFC 257.

Aos 31 anos, Do Bronx está no UFC há mais de 10 anos. O brasileiro, hoje, soma 39 apresentações nas artes marciais mistas, tendo vencido 30, perdido oito e somando uma luta ‘sem resultado’.

No Ultimate desde o segundo semestre de 2020, Chandler, de 35, tem 27 compromissos no esporte. O norte-americano conquistou 22 triunfos e sofreu cinco reveses.

Romero dominado no Bellator e aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments