A um passo de ocupar o posto de Khabib, Do Bronx afirma que não vai desafiar russo, caso conquiste título | SUPER LUTAS

A um passo de ocupar o posto de Khabib, Do Bronx afirma que não vai desafiar russo, caso conquiste título

Um dos protagonistas na disputa do cinturão vago dos leves, brasileiro mostra respeito ao ex-campeão, que deixou o esporte invicto

C. Do Bronx busca ocupar o trono deixado por K. Nurmagomedov. Foto: Reprodução/Instagram

Perto de fazer história e ocupar o lugar de um dos maiores lutadores na história do MMA, Charles do Bronx não quer saber de provocações quando o assunto é Khabib Nurmagomedov. Adversário de Michael Chandler no UFC 262, que acontece neste sábado (15), disputando o título vago dos leves (até 70,3kg.), o brasileiro exaltou o legado do russo no esporte garantiu respeito máximo à lenda. Em conversa com a imprensa, com participação do SUPER LUTAS, o paulista falou sobre o assunto.

Veja Também

“Se você perguntar se eu queria esta luta (contra Khabib), (a resposta é) com certeza. Acho que todos queriam a oportunidade de lutar contra o Khabib. É um cara que é 29-0 (vitórias – derrotas), mas, antes de tudo, a gente tem que respeitar tudo o que ele fez. O cara se aposentou por causa do pai. Não quer mais”, afirmou o brasileiro.

Perguntado se haveria qualquer possibilidade de desafiar o russo em seu discurso pós-luta – em caso de vitória – Charles não se esquivou. Para Do Bronx, caso o nome da lenda seja citado, será apenas para reconhecer seus feitos.

“Eu o respeito demais. Não vou falar nada. Não vou provocar. Se tiver que falar alguma coisa, é só agradecer por tudo o que ele fez pelo esporte, como outros fizeram e se aposentaram”, finalizou.

Com mais de 10 anos de UFC, o espetáculo deste fim de semana marcará a primeira oportunidade do brasileiro em disputar um cinturão na casa. Oponente do ex-campeão do Bellator, o paulista vive um dos melhores momentos na carreira, com oito vitórias consecutivas. Em seu último compromisso, em dezembro, Do Bronx ‘passeou’ diante de Tony Ferguson, batendo o ‘Bicho Papão’ por pontos após dominar o rival por três rounds.

Depois de uma estreia praticamente perfeita no Ultimate, Michael Chandler conseguiu uma luta pelo cinturão logo em seu segundo desafio na organização. Lenda do Bellator, o norte-americano assinou contrato com a organização no segundo semestre de 2020, debutando em janeiro desta temporada. Em seu primeiro duelo, o combatente atropelou Dan Hooker com um nocaute devastador no primeiro assalto.

Um dos maiores nomes na história recente do UFC, Khabib deixou o MMA em outubro da temporada passada depois de vencer Justin Gaethje e unificar o cinturão dos leves. Em seu discurso após ‘apagar’ o adversário, o russo, ainda no octógono, confirmou que estaria pendurando as luvas.

Na ocasião, o combatente afirmou que a decisão de parar se deu principalmente por conta da morte do pai, Abdulmanap Nurmagomedov, em fevereiro de 2020. Para a lenda russa, não faria mais sentido seguir competindo sem a presença de seu principal mentor e técnico na modalidade.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments