Johny Hendricks quer que cinturão fique vago caso GSP enfrente Anderson Silva

Desafiante número um ainda elegeu Carlos Condit como provável adversário na disputa pelo título

J. Hendricks não quer esperar novamente para disputar o título dos meio-médios. Foto: Josh Hedges/UFC

J. Hendricks não quer esperar novamente para disputar o título dos meio-médios. Foto: Josh Hedges/UFC

Nesta sexta-feira (19), o presidente do UFC, Dana White, declarou que a realização de uma superluta entre Anderson Silva e Georges St. Pierre não faria com que os campeões abrissem mão de seus títulos. Mas o desafiante número um da categoria peso meio-médio, Johny Hendricks, parece não concordar com a postura dirigente, como demonstrou em entrevista concedida ao site MMA Junkie.

“Se ele (St. Pierre) quiser ir para os pesos médios, e em seguida lutar contra Anderson Silva, sim, seria uma grande coisa para o nosso esporte. Mas eu quero o cinturão”, disse Hendricks.

Bigg Rigg, como é conhecido, afirmou já saber as perguntas que gostaria de fazer para Georges St. Pierre: “Quando nós vamos lutar?” ou “Quando você subir de categoria, eu poderei lutar pelo cinturão?”. Além disso, ainda elegeu seu favorito para a disputa de um hipotético cinturão vago: Carlos Condit.

Um dos pontos chaves para o descontentamento de Johny Hendricks é o tempo de espera. Tido há algum tempo como principal desafiante ao cinturão da divisão dos meio-médios, o norte-americano teve que ceder seu posto a Nick Diaz.

“Eu não quero esperar três meses”, declarou. “Eu não me importo que ele vá lutar contra Anderson Silva. Eu entendo por que ele faria isso. Não sei se ele tem uma boa chance de ganhar, mas se é isso que o faz dizer: ‘Ei, eu realmente quero fazer isso’, faça isso. Eu só não quero ficar parado aqui lutando pelo posto de desafiante número um enquanto ele faz isso”, finalizou Hendricks.

 

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments