Após derrota no UFC 265, Michael Chiesa elogia Vicente Luque e admite ter sucumbido à pressão | SUPER LUTAS

Após derrota no UFC 265, Michael Chiesa elogia Vicente Luque e admite ter sucumbido à pressão

O norte-americano se disse envergonhado pelo resultado, mas garantiu que irá retornar mais forte

M. Chiesa foi derrotado por V. Luque no UFC 265. (Foto: Reprodução/Facebook/UFC)

Michael Chiesa entrou no octógono do UFC 265 no último sábado (7) para enfrentar o brasileiro Vicente Luque embalado por quatro vitórias. Em determinado momento do primeiro round, com um mata-leão encaixado, parecia que o norte-americano conquistaria o quinto triunfo consecutivo. No entanto, o brasileiro conseguiu sobreviver e virar a luta, vencendo por finalização ainda no primeiro assalto.

Veja Também

Logo após a derrota, Chiesa publicou um texto em seu perfil oficial no Instagram elogiando e parabenizando Luque pela atuação, mas se dizendo envergonhado pelo resultado e admitindo que sucumbiu à pressão.

“Eu quero falar logo sobre isso. Antes de mais nada, parabéns ao Vicente Luque. Ele é um assassino frio e um cara muito gentil. Estou ansioso para ver o que virá para ele na sequência. Foi uma honra dividir o octógono com ele. Dizer que estou envergonhado é eufemismo. Fisicamente eu estava na melhor forma da minha vida, mentalmente eu estava batalhando comigo mesmo todos os dias. Coloquei muita pressão em mim para essa luta e sucumbi”, afirmou o norte-americano.

A última derrota de Michael Chiesa antes de ser finalizado por Vicente Luque havia ocorrido em julho de 2018, quando perdeu para Anthony Pettis, também por finalização. O campeão da décima quinta edição do The Ultimate Fighter garantiu que, assim como nas outras vezes em que foi derrotado, voltará mais forte.

“Historicamente, olhando minha carreira, todas as vezes que eu encarei adversidades e acabei perdendo, eu dei a volta por cima e evoluí tremendamente. Algumas vitórias e estarei de volta no bolo. O objetivo permanece o mesmo, minha crença permanece forte e eu amo tanto cada pessoa que me dá apoio que chega a doer”, finalizou Chiesa.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments