Sean O'Malley solta o verbo e ataca o UFC: 'qual a dificuldade em pagar o que a gente merece?' | SUPER LUTAS

Sean O’Malley solta o verbo e ataca o UFC: ‘qual a dificuldade em pagar o que a gente merece?’

Embalado por duas vitórias consecutivas, o promissor peso galo também questionou atitudes de Sean Shelby, matchmaker do Ultimate

S. O’Malley foi mais um lutador a criticar os pagamentos do UFC (Foto: Instagram/UFC)

Considerado um dos nomes mais promissores e empolgantes da divisão dos galos (até 61,2 kg) do UFC, Sean O’Malley vem se tornando um lutador muito popular entre os fãs de MMA. No entanto, apesar da popularidade e dos bons resultados, o norte-americano de 26 anos afirmou se sentir desrespeitado pela organização, especialmente pelo matchmaker Sean Shelby.

Veja Também

Durante a gravação de seu próprio podcast, O’Malley reclamou do tratamento recebido por parte de Shelby recentemente. O lutador revelou que o matchmaker do Ultimate ficou descontente por ele não ter aceitado lutar no próximo evento do UFC em Nova Iorque.

“Eu nem sei se posso falar isso. Eu estava conversando com meu empresário e ele estava falando com Sean Shelby e disse que Sean Shelby estava louco comigo. Cara, eu não quero lutar em Nova Iorque. É longe, os impostos são ridículos e Tim Welch (treinador de O’Malley) tem uma seletiva do ADCC naquele final de semana. Ele me falou isso antes mesmo de eu potencialmente ter uma luta. Porque que ele tem que abrir mão disso se eu posso lutar um mês depois em Vegas? Aí o Sean Shelby ficou louco e começou a me atacar: ‘Tá bom então, vai lá sair com o 6ix9ine (rapper norte-americano)’. Ele começou a agir como um idiota, cara. Não sei se eu deveria falar isso, mas calma aí, o que você está fazendo?”, desabafou O’Malley.

Após criticar Sean Shelby pela atitude, O’Malley concluiu o raciocínio atacando o UFC e questionando a dificuldade em pagar aos lutadores o valor que eles merecem.

“Ele me disse que sabia que eu iria pedir um monte de dinheiro. Não brinca. Eu te dou os malditos números, você não pode negar isso. Porque eles tem problema em pagar o que a gente vale? Isso não deveria ser um problema. Especialmente quando estou estourando desse jeito. Essas últimas duas lutas, interrupções no terceiro round, dando conta de dano cerebral. Você deveria querer me pagar muito porque eu mereci. Cara, eu fui o UFC 264”, finalizou Sean O’Malley.

Sean O’Malley não é o primeiro lutador a cobrar pagamentos mais justos por parte do UFC. Além dele, já foram a público nomes como Jon Jones, Jorge Masvidal e Francisc Ngannou.

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments