Anderson Silva revela que quase se aposentou antes de estrear no UFC

Spider ainda comentou sobre a importância dos irmãos Nogueira em sua vida

A. Silva (foto) pensou em parar de lutar após sua saída do PRIDE. Foto: Josh Hedges/UFC

A. Silva (foto) pensou em parar de lutar após sua saída do PRIDE. Foto: Josh Hedges/UFC

Já imaginou o UFC, ou mesmo o MMA brasileiro, sem Anderson Silva? Pois isso quase aconteceu. O campeão dos médios, estrela de comerciais e ídolo do esporte no Brasil revelou, em entrevista ao programa “UFC Tonight”, que quase se aposentou antes de pisar pela primeira vez no octógono e creditou seu sucesso aos irmãos Nogueira.

“Os irmãos Nogueira são parte da minha família. Eu amo esses caras, porque eles me ajudaram a ficar junto do meu sonho. Porque um dia eu conversei com Rogério e Rodrigo e disse: ‘Sem mais lutas’. Na época, eles vieram falar comigo. Eu não tinha nada, meu sonho estava perdido”, declarou o recordista de vitórias consecutivas do UFC.

Anderson falou ainda sobre como os irmãos Nogueira o ajudaram. “Rodrigo falou comigo e disse: ‘Ei, vamos para a minha casa, vou ajudá-lo. Não se preocupe, vamos treinar juntos’.”, recordou o campeão. O Spider comentou ainda que, como havia acabado de se desligar do PRIDE, foram ainda Rogério e Rodrigo que lhe ajudaram a conseguir lutas melhores e, consequentemente, seu contrato com o Ultimate.

Invicto há 16 lutas na principal organização de MMA do mundo e com o recorde estabelecido de dez defesas de cinturão consecutivas, Anderson Silva põe seu título em jogo pela décima primeira vez no próximo dia 6 de julho. O adversário do brasileiro é o norte-americano Chris Weidman, na luta principal do UFC 162, em Las Vegas (EUA).

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments