Em luta tensa, Cara de Sapato supera Emiliano Sordi e garante vaga em final milionária da PFL | SUPER LUTAS

Em luta tensa, Cara de Sapato supera Emiliano Sordi e garante vaga em final milionária da PFL

No duelo entre ‘Brasil x Argentina’, paraibano derrotou atual campeão na decisão unânime dos juízes; ele enfrenta Marthin Hamlet, em final prevista para 27 de outubro

C. de Sapato está na final da PFL. Foto: Reprodução/Instagram

O Brasil terá um representante na final do Grand Prix dos meio-pesados (até 93kg.) na PFL 2021. Nesta sexta-feira (27), Cara de Sapato teve luta dura, mas passou pelo argentino Emiliano Sordi na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28) e se credenciou à final do torneio em busca do sonhado prêmio de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,2 milhões).

Veja Também

Campeão da terceira temporada do TUF Brasil no Ultimate, Cara de Sapato se encontra longe de sua antiga organização e, agora, enfrenta Marthin Hamlet na decisão do torneio, que acontece no dia 27 de outubro. Em sua carreira, o brasileiro tem um cartel de 12 triunfos e cinco reveses.

Emiliano Sordi, por sua vez, não chega em sua segunda final em sequência na PFL. O argentino, que havia vencido em 2019, para na semifinal e sente o ‘sabor amargo’ da nona derrota na carreira. Ele também tem 23 vitórias.

A luta

O round começou com Cara de Sapato medindo a distância para entrar no raio de ação de Emiliano Sordi. Apesar do confronto de estilos e com superioridade no jiu-jitsu, o brasileiro optou por trocar golpes com o argentino e chegou a conectar boas combinações. Ele, no entanto, também tentou colocar o jogo ao chão, mas parou na defesa de seu oponente em suas duas tentativas. Na luta em pé, Sordi voltou com bons diretos, ainda que tenha sofrido outros contragolpes do paraibano.

Os lutadores voltaram ao segundo round investindo na trocação franca, onde Emiliano Sordi abriu o supercílio de Cara de Sapato. O brasileiro seguiu ‘marchando’ para frente e, ainda que tenha desferido boas combinações, era inferior em pé. No último minuto, ele conseguiu uma boa queda, mas não teve tempo de progredir na posição.

Disposto a vencer o combate, Cara de Sapato tentou voltar às raízes. Após dois rounds equilibrados, o brasileiro investiu na pegada junto à grade para buscar a queda e parou nas defesas de quedas do argentino em duas oportunidades. Porém, com 40 segundos restantes, ele conseguiu quedar e garantiu o round.

Na luta principal, Movlid Khaybulaev derrota Brendan Loughnane em luta morna e mantém invencibilidade

M. Khaybulaev derrota B. Loughnane. Foto: Reprodução/Instagram

Não deu show, mas levou. Parceiro de treinos de Khabib Nurmagomedov, o russo Movlid Khaybulaev adotou o jogo de grappling para superar Brendan Loughnane na luta principal da PFL 9 2021. Mais preciso nas investidas, o atleta foi declarado vencedor na decisão dividida dos juízes (30-27, 28-29, 29-28) após três rounds.

Além de seguir invicto na carreira, Khaybulaev também se classifica à final e enfrenta Chris Wade em seguida. O atleta, que classificou em quarto na fase inicial, tem 17 triunfos e um empate na carreira.

Por outro lado, Loughnane havia dado show em suas duas lutas no torneio, mas não conseguiu duplicar a dose nos playoffs e está fora do torneio. O inglês, que passou em primeiro, sofre sua quarta derrota e tem a série de sete vitórias quebrada. Em sua trajetória, são 21 resultados positivos e quatro negativos.

Chris Wade suporta pressão inicial e vence ‘rivalidade’ contra Bubba Jenkins

C. Wade derrotou B. Jenkins na decisão dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Protagonistas da segunda luta principal da noite, Chris Wade e Bubba Jenkins rivalizaram em busca de uma vaga na final do Grand Prix dos penas (até 65,7kg.) na PFL 2021. E, depois de três rounds, Wade conseguiu suportar a pressão inicial de seu rival para vencer na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27).

Com três vitórias seguidas – sendo duas na decisão e um nocaute, Chris segue vivo rumo ao prêmio de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,2 milhões), pago ao vencedor. Profissional desde 2011, o norte-americano conta com um cartel de 20 triunfos e seis reveses.

Já Bubba Jenkins, que havia conseguido duas vitórias na decisão dos juízes e passado em terceiro na fase inicial, dá adeus à oportunidade de ser campeão da competição. Ele sofre seu quinto revés na carreira, tendo também outros 16 triunfos.

Resultados da PFL 9 2021

CARD PRINCIPAL

Peso pena: Movlid Khaybulaev derrotou Brendan Loughnane na decisão dividida dos juízes (30-27, 28-29, 29-28) –  (semifinal)

Peso pena: Chris Wade derrotou Bubba Jenkins na decisão unânime dos juízes (30-27, 29-28, 30-27) – (semifinal)

Peso meio-pesado: Antônio Cara de Sapato derrotou Emiliano Sordi na decisão unânime dos juízes (29-28, 30-27, 29-28) – (semifinal)

Peso meio-pesado: Marthin Hamlet derrotou Cezar Mutante por nocaute técnico (lesão) a 13 seg. do R1 – (semifinal)

CARD PRELIMINAR

Peso pena: Sheymon Moraes derrotou Lazar Sojadinovic por nocaute técnico a 4m45s do R2

Peso meio-pesado: Chris Camozzi derrotou Cory Hendricks na decisão unânime dos juízes (30×27, 30×27, 29×28)

Peso pena: Anthony Dizy derrotou Jesse Stirn na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Peso pena: Bobby Moffett derrotou Jason Knight na decisão unânime dos juízes (29×28, 29×28, 29×28)

Peso pena: Alejandro Flores derrotou Carl Deaton na decisão dividida dos juízes (29×28, 28×29, 29×28)

Peso leve: Brandon Jenkins derrotou Jacob Kilburn por nocaute a 2m56s do R1

Podcast #30: Aquecimento para o UFC 266 com duas disputas de cinturão e migué de Romero no Bellator

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments