VÍDEO: Ronaldo Jacaré cita legado, reflete sobre erros e se diz satisfeito por carreira no MMA | SUPER LUTAS

VÍDEO: Ronaldo Jacaré cita legado, reflete sobre erros e se diz satisfeito por carreira no MMA

Em entrevista exclusiva ao canal do SUPER LUTAS, brasileiro deseja ser reconhecido por seu respeito e diz que ainda não sente falta de sua rotina nas artes marciais mistas


Reconhecido, por muitos, como um dos maiores lutadores brasileiros da história do esporte, Ronaldo Jacaré anunciou aposentadoria depois de cerca de 18 anos no MMA profissional. Em entrevista exclusiva ao canal do SUPER LUTAS no YouTube, a lenda do jiu-jitsu revela que termina feliz com sua trajetória e não está sentindo falta da ‘rotina’ de treinos para um combate.

Veja Também

“Não estou sentindo falta, não. Estou muito bem e, quando eu anunciei, tinha certeza do que seria. Eu tenho lutado por muitos anos e fui feliz com que eu vivi no UFC. Aconteceram coisas nem tão legais, mas em todo lugar que você vai, acontece. A vida não é fácil e nem é mole. Mas estou bastante feliz com tudo que eu vivi dentro do octógono”, disse Jacaré.

Em sua passagem nos médios (até 83,9kg.) do Ultimate, Ronaldo viveu seu auge entre 2014 e 2017, mas lamentou que não tenha disputado o cinturão da organização. Ele, inclusive, diz que pode ajudar outros atletas no gerenciamento de carreira para que isso não volte a se repetir.

“A gente tem que entender onde a gente erra para, lá na frente, ajudar o próximo e tentar direcionar algumas pessoas. Eu acho que, em algum momento da minha carreira, deveria aguardar minha vez (pelo cinturão) e isso não aconteceu. Então, isso é algo que eu errei. E se eu tiver alguma pessoa que eu conheça e possa ajudar, não vou deixar com ela”, antes de completar.

“(Aconteceu) na época em que eu era número um do ranking. Eu ganhava a luta e fazia outra. Acabei fazendo – e vencendo – oito lutas seguidas e, quando perde, é uma consequência. As pessoas me estudam mais. Era para as pessoas me estudarem quando eu fosse lutar pelo cinturão. Quanto mais tempo no octógono, mais tempo as pessoas têm oportunidade de te estudar”, concluiu o ex-atleta.

Legado

Durante sua trajetória no MMA, Ronaldo Jacaré sempre foi reconhecido no ‘meio’ das artes marciais mistas como um atleta íntegro e bem-quisto na carreira. Questionado sobre como deseja ser lembrado, ele destaca que preza pelo respeito em seu legado.

“O legado que eu gostaria de deixar é o respeito. Por exemplo: minha luta com o Chris Weidman, eu poderia ter batido mais nele, mas não fiz. Tem cara que falta com respeito e bota a saúde dos outros em risco. Você está ali para vencer e dar o seu melhor. Destruir o adversário, mas sem acabar com a vida dele. Se você der uma porrada a mais, pode machucar sério uma pessoa, que pode ter sequelas no futuro. Se tem uma coisa que me orgulho, é o respeito que as pessoas têm pela minha pessoa. Eu fico impressionado. Às vezes é adversário ou campeão. Uma vez eu vi Jon Jones e ele fez uma ‘boca de jacaré’ para mim. Minha maior vitória dentro do MMA é ter conquistado o respeito de todos e, para mim, é fora do normal”, concluiu.

Ronaldo Jacaré concluiu sua carreira com um cartel de 26 vitórias – sendo 14 finalizações -, dez derrotas e uma luta sem resultado. Em sua carreira, ele foi campeão do Strikeforce e esteve entre os principais nomes dos médios (até 83,9kg.).

 Qual o futuro de Anderson Silva e Vitor Belfort no Boxe?

Comentários

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments