Anderson Silva dá show e apaga Tito Ortiz no primeiro round com nocaute devastador em desafio de boxe

Brasileiro volta a brilhar na ‘nobre arte’ e massacra bad boy em confronto de antigos campeões do UFC

A. Silva vence T. Ortiz. Foto: Reprodução/Twitter

Não deu nem para suar. Em seu segundo desafio de boxe na temporada 2021, Anderson Silva voltou a dar show. Na luta contra Tito Ortiz, realizada neste sábado (11), na Flórida (EUA), o brasileiro não tomou conhecimento do norte-americano e atropelou de forma brutal o rival com um nocaute, que deixou o ‘bad boy’ apagado. O triunfo da lenda do MMA aconteceu logo no primeiro round. Clique aqui e veja o vídeo do nocaute

PUBLICIDADE:

Veja Também

Havia muita expectativa para a nova apresentação de ‘Spider’ neste fim de semana. Em junho, o brasileiro surpreendeu ao bater o ex-campeão de boxe, Julio César Chávez Jr. Agora, a história se repetiu, mas com um nocaute fulminante.

Contra Ortiz, Silva chegou mais leve para o duelo. Tito não conseguiu bater o peso estabelecido para o confronto, mas, ainda assim, o duelo seguiu no card.

PUBLICIDADE:

Depois do show, Anderson, de 46 anos, agora, soma três vitórias em quatro compromissos na ‘nobre arte’. Derrotado no evento, Tito perde em sua estreia no boxe.

A luta

No primeiro assalto, Ortiz tomou a iniciativa com um jab-direto, mas sem potência. O norte-americano pressionou o brasileiro nas cordas e atingiu ‘Spider’ com uma combinação de golpes. Anderson se desvencilhou, mas economizava nos ataques. Silva se recuperou e, com um cruzado, apagou Ortiz, que desabou.

PUBLICIDADE:

Jono Carroll bate Andy Vences e se aproxima de cinturão

Jono Carroll derrotou Andy Vences na decisão majoritária dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

PUBLICIDADE:

Uma verdadeira batalha marcou o confronto que antecedeu o desfio entre Anderson Silva e Tito Ortiz. Em duelo disputado entre os superpenas, Jono Carroll surpreendeu com seu poder de reação e virou o confronto contra Andy Vences. Ao fim de 10 assaltos, o irlandês foi declarado vencedor na decisão majoritária dos juízes.

Com a vitória, Carroll se aproxima de uma disputa de cinturão na categoria que já consagrou Acelino Freitas, o Popó. Agora, Jono chega à sua 20ª vitória como profissional no boxe.

Melhor no início do confronto, Vences não escondeu a decepção com o revés. Preciso e agressivo por boa parte da luta, o atleta permitiu a evolução do adversário e viu o trinfo escorrer pelos dedos.

Ex-campeão deixa aposentadoria e tira invencibilidade de rival

D. Haye (dir.) derrotou J. Fournier (esq.) na decisão unânime dos juízes. Foto: Reprodução/Instagram

Depois de mais de três anos afastado do boxe, David Haye deixou a aposentadoria e sobrou no ringue neste fim de semana. Adversário de Joe Fournier, atleta e empresário, o veterano de 40 anos mostrou que ainda tem lenha para queimar. Por oito rounds, o ex-campeão dos pesados controlou o oponente e saiu com a vitória na decisão unânime dos juízes.

Preciso nas investidas e alerta nas esquivas, Haye fez valor o favoritismo nas casas de apostas. O triunfo marcou o 29º resultado positivo na carreira do atleta, que perdeu em quatro compromissos.

Batido no duelo que abriu o card principal, Fournier, que divide as atividades de ‘homem de negócios’ e lutador, acabou perdendo a invencibilidade na carreira. Com as investidas frustradas durante quase todo o embate, Joe, agora, tem um revés em 10 desafios.

Resultados do ‘Boxe de Lendas’

CARD PRINCIPAL

Peso pesado: Evander Holyfield x Vitor Belfort

Peso casado: Anderson Silva derrotou Tito Ortiz por nocaute a 1m31s do R1

Peso superpena: Jono Carroll derrotou Andy Vences na decisão majoritária dos juízes

Peso pesado: David Haye derrotou Joe Fournier na decisão unânime dos juízes (79-72, 79-72, 80-71)

CARD PRELIMINAR

Peso superpena: Anthony Chavez e Diuhl Olguin empataram na decisão majoritária dos juízes (58-56, 57-57, 57-57)

Elizer Silva derrotou Terry Roscoe na decisão unânime dos juízes (39-36. 39-36, 39-36)

Podcast #46: Aquecimento para o UFC 270 com duas disputas de cinturão + Amanda Nunes fora da ATT e Jake Paul rico



Comentários

Deixe um comentário