Já veterano, Yoel Romero admite vontade de seguir lutando após ultrapassar os 50 anos

Ícone do MMA, cubano se espelha em ex-campeão mundial de boxe, Bernard Hopkins, que competiu profissionalmente até os 51

Yoel Romero está com 44 anos. Foto: Reprodução/Facebook UFC

Que Yoel Romero é um ponto fora da curva no que diz respeito à vitalidade em competições profissionais depois dos 40, isso poucos questionam. O atleta de 44 anos, que está prestes a fazer sua estreia no Bellator, no entanto, não quer pensar em aposentadoria. Em entrevista recente ao ‘Bleacher Report’, o veterano surpreendeu ao cravar que seguirá competindo por um bom tempo.

PUBLICIDADE:

Veja Também

“Quero ultrapassar Bernard Hopkins”, disse Romero, se espelhando no pugilista que, aos 51 anos, competiu pelo cinturão da Confederação Mundial de Boxe (WBC).

Aposta do Bellator, Yoel foi contratado no fim da temporada passada para fazer frente aos talentos dos meio-pesados (até 93kg.) na organização. O cubano, incialmente, faria sua estreia contra outro antigo representante do UFC, Anthony Johnson. No entanto, um problema médico adiou o debute e ainda forçou o veterano a deixar o torneio da divisão.

PUBLICIDADE:

Com as pendências acertadas, Romero tem nova data para adentrar ao cage circular pela primeira vez. Neste sábado (18), o atleta trocará forças contra Phil Davis e poderá provar que ainda tem condições de atuar em alto nível.

Em seu último compromisso, Yoel disputou o cinturão dos médios (até 83,9kg.) do Ultimate contra Israel Adesanya. O confronto foi marcado pela falta de combatividade dos lutadores e acabou com a vitória do nigeriano por pontos.

PUBLICIDADE:

Podcast #40: José Aldo ainda pode ser campeão no UFC?