Estilo de Khabib, show no Contender e contrato com UFC: Jailton Malhadinho promete ‘fazer barulho’ nos pesados

Nova aposta brasileira no Ultimate, baiano fala com exclusividade ao SUPER LUTAS e se apresenta aos fãs com ótimo currículo

No início desta semana, a torcida brasileira conheceu o mais novo contratado do país para o plantel do UFC. Depois de dar show no ‘Dana White’s Contender Series’ e finalizar o então invicto, Nasrudin Nasrudinov, Jailton Malhadinho garantiu presença no Ultimate, mas quer mais. Em entrevista exclusiva ao canal no YouTube do SUPER LUTAS, o baiano se apresentou aos fãs, apontou suas principais características e já desafiou um possível rival.

Veja Também

Para sua luta no ‘Contender’, Malhadinho chegou ao octógono com um cartel vitorioso e embalado por oito triunfos em sequência. No compromisso desta semana, o combatente atuou entre os meio-pesados (até 93kg.), mas garante que pode percorrer as duas divisões.

Show no Contender

O sonho de diversos atletas ao redor do mundo é, um dia, conseguir chegar ao UFC. Para Jailton, a realização poderia ser conquistada em caso de uma grande apresentação diante de Nasrudin Nasrudinov, que subiu ao octógono sem nunca ter sentido o gosto da derrota. O currículo do russo, porém, não intimidou o brasileiro, que descreveu a estratégia traçada para chegar à finalização no segundo round.

“A gente acompanhou as nove lutas que ele fez. Ele não era um cara que tomava pressão, em nenhuma luta. Então, meu treinador falou: ‘a gente vai começar logo dando pressão nele (Nasrudinov) para ver como vai reagir’. Vimos, também, que ele colocando pressão nos adversários se cansava. Como meu jogo é justo, e eu faço sempre esse jogo, a galera acha que eu me canso, e não. Quem se cansa é meu oponente. A gente fez uma estratégia perfeita para poder chegar em uma posição boa e buscar a finalização que conseguimos”, contou Jailton.

Pesado no grappler

Com biotipo para atuar tanto na divisão até 93kg., quanto no peso pesado (até 120,2kg.), Malhadinho tem um estilo que destoa de uma parcela de outros lutadores das categorias citadas. Sustentado pelo grappling (luta agarrada) como principal arma, o atleta falou sobre esta característica adotada para suas apresentações profissionais.

“Meu treinador que fez este estilo em mim. Ele disse: ‘você é um cara muito forte no jiu-jitsu. Quando chega na posição, você procura logo a finalização. Então, foque mais no grappling que, nesta categoria, você vai deslanchar’. Não é à toa que estou com nove vitórias consecutivas, e todas em vias rápidas”, afirmou.

‘Estilo Khabib’ de atuar

Depois de descrever a principal característica, Jailton não deixou passar uma referência em seu estilo. Segundo o atleta, sua base é similar à do lendário Khabib Nurmagumedov que, com estilo eficiente, encerrou a carreira de forma invicta (29-0), em outubro da temporada passada.

“Ele (Khabib) é um cara simples. Faz o ‘feijão com arroz’ dele e todo mundo cai na posição. Não tem como defender. São poucas academias que têm esse tipo de treino. Me inspiro muito em Khabib, assisto muito vídeo de russo treinando. Estou me adaptando para isso. Para ser o novo Khabib da 93kg. ou peso pesado”, garantiu o brasileiro.

Meio-pesado ou pesado? Malhadinho responde

O contrato com o UFC chegou em atuação pelos meio-pesados, hoje, liderada por Jan Blachowicz. Jailton, porém, afirma que a trajetória no Ultimate pode ser iniciada na categoria de cima. O brasileiro, no entanto, deixa claro a possibilidade de atuar nos dois grupos.

“Eu luto nas duas categorias, mas temos um projeto para peso pesado, porque eu vou chegar muito mais forte, com 110kg., mais ou menos. São poucos pesos pesados que têm o biotipo que eu tenho. Vou ‘chegar, chegando”, contou.

Desafio feito

Poucas horas depois da vitória imponente no ‘Contender’, Malhadinho já está de olho em sua luta de estreia como profissional do UFC. Sem titubear, o brasileiro pediu um nome para seu debute.

“Jared Vanderaa. Gostaria de lutar contra ele. É uma estratégia de luta, para chegar com vitória no UFC”, encerrou.

Histórico do atleta

Aos 30 anos, Malhadinho é profissional no MMA desde setembro de 2012. Hoje, o combatente soma 14 vitórias em 16 desafios no esporte. Nove dos triunfos foram por finalização e cinco por nocaute. O baiano nunca deixou um resultado positivo nas mãos dos juízes.

 

Podcast #034: A volta de Borrachinha ao UFC e a possível aposentadoria de Fedor