Michael Chandler nega ser antivacina e explica por que ‘talvez nunca se vacine’ contra a Covid 19

O ex-campeão do Bellator negou querer chamar atenção e citou 'liberdade individual' para defender sua atitude

M. Chandler negou ser antivacina. Foto: Reprodução/Instagram

Michael Chandler chamou bastante atenção recentemente com seu posicionamento em relação às vacinas contra a Covid 19. O ex-campeão do Bellator e ex-desafiante ao cinturão do UFC disse inicialmente que só se vacinaria em caso de aprovação da FDA, agência reguladora dos Estados Unidos, mas recuou logo após a aprovação da agência.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Durante participação no programa The MMA Hour, do site norte-americano MMAFighting, Michael Chandler falou mais sobre o assunto e afirmou que foi rotulado como antivacina após uma sessão de perguntas e respostas com seus seguidores no Instagram.

“O engraçado a respeito dessa história de vacinação é que eu não fui a público falar às pessoas sobre a vacina, não cheguei aqui no seu programa e comecei a falar sobre a vacina. Eu estava em uma sessão ao vivo privada no Instagram com alguns milhares de pessoas, ou sei lá. Cinco minutos depois que eu apertei o botão para encerrar a transmissão, o MMA Junkie ou algum desses sites de MMA publicou que eu não ia me vacinar e eu acabei rotulado como antivacina”, explicou Chandler.

PUBLICIDADE:

Apesar de negar ser antivacina, Chandler afirmou que talvez nunca se vacine contra a Covid 19 e citou “liberdade individual” para justificar sua decisão.

“Não sou antivacina. Eu pessoalmente não tomei a vacina até agora e não sei se vou tomar um dia. Particularmente, acredito que vivemos no melhor país do mundo. Acredito que esse seja o melhor país do mundo por conta de nossas liberdades individuais e escolhas pessoais, especialmente quando se trata dos nossos corpos e nossa saúde. Essa é minha posição. As pessoas me rotularam como antivacina quando eu só estava respondendo uma pergunta”, argumentou o ex-campeão do Bellator.

PUBLICIDADE:

Prestes a enfrentar Justin Gaetjhe no UFC 268, em novembro, Chandler respondeu às acusações do adversário, que afirmou que ele estaria em busca de chamar atenção com os comentários a respeito da vacina.

PUBLICIDADE:

“Se eu tivesse feito uma turnê falando sobre o fato de eu não tomar a vacina, ou se eu estivesse falando para todo mundo que a vacina é um lixo, ou algo do tipo, aí sim eu estaria procurando chamar atenção. Eu estava no meu Instagram pessoal com meus seguidores que estavam perguntando a respeito”, finalizou.

Podcast #41: José Aldo de volta ao topo + Charles do Bronx e Amanda Nunes no UFC 269