Comissão surpreende e aplica gancho médico de 30 dias para Holyfield após massacre sofrido contra Belfort

Entidade da Flórida impressiona com tempo de suspensão aplicado ao veterano de 58 anos, duramente batido por Vitor, no último sábado

V. Belfort atropelou E. Holyfield em duelo no boxe. Foto: Reprodução/Twitter @trillerfight

Depois de autorizar a participação de Evander Holyfield, de 58 anos, no super desafio de boxe no último fim de semana, a Comissão de Boxe do Estado da Flórida (FSBC, em inglês), voltou a surpreender. Após o atropelo sofrido pelo ex-campeão mundial na ‘nobre arte’ no compromisso contra Vitor Belfort, o veterano recebeu gancho médico de 30 dias. A informação foi divulgada pelo ‘MMA Fighting’.

PUBLICIDADE:

Veja Também

Confirmado de última hora como substituto de Oscar De La Hoya no embate do último sábado (11), Evander topou retornar ao ringue após mais de 10 anos de inatividade. Lenda do boxe, o lutador, no entanto, não foi competitivo no duelo.

Logo nos segundos iniciais, Belfort mostrou que não estava para brincadeira. Com sua agressividade de sempre, o ex-campeão do UFC não tomou conhecimento do adversário e chegou a levar Holyfield à lona em duas ocasiões.

PUBLICIDADE:

Valente, o consagrado pugilista se levantou após as quedas. Com nível técnico abaixo do mostrado em seu auge, o atleta seguiu sendo golpeado pelo brasileiro.

Após um breve castigo, porém, o árbitro do confronto, Sam Burgos, precisou intervir. Percebendo a condição do veterano, o condutor interrompeu o desafio logo no primeiro round, decretando vitória ao ‘Fenômeno’.

PUBLICIDADE:

Depois do massacre, parte dos fãs criticaram o ‘casamento’ do confronto entre os atletas que protagonizaram o ‘Desafio no Boxe’, que ficou marcado pela disparidade técnica. A diferença de idade entre Belfort e Holyfield era de 14 anos.

PUBLICIDADE:

Podcast #39: Prévia de Aldo, Charles e Amanda + 14 anos de SUPER LUTAS